Carregando...

Presidente de Belarus nega que expulsará migrantes à força

  • Ministério diz que EUA ensaiaram ataque nuclear contra a Rússia neste mês
  • Quem é o 'Bolsonaro chileno', favorito na eleição do Chile
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

Em visita a um centro de abrigo para migrantes perto da fronteira com a Polônia, o presidente de Belarus, Aleksandr Lukashenko, afirmou nesta sexta-feira (26) que eles não serão expulsos à força do país.
    O espaço possui centenas de deslocados que permanecem em Belarus depois de tentarem chegar aos países da União Europeia através da fronteira com a Polônia. O abrigo se localiza nas proximidades do posto de controle de Bruzgi.
    De acordo com a agência de notícias estatal "Belta", os migrantes "cercaram o presidente e o receberam com aplausos" no local.
    Durante a visita, Lukashenko ainda deixou claro que Belarus não expulsará à força os migrantes do país, segundo a "Tass".
    "Não há como impedir todos vocês, simplesmente colocar nos aviões e mandá-los para casa se não quiserem", disse o presidente.
    Os comentários de Lukashenko acontecem no meio de um tenso momento entre as nações ocidentais e Belarus, que é acusado de facilitar o trânsito de migrantes para criar uma nova crise migratória na união.
    Na semana passada, Lukashenko admitiu em uma entrevista exclusiva à "BBC" a possibilidade de que alguns migrantes possam ter sido ajudados por suas tropas a entrarem irregularmente na União Europeia.
    Em contrapartida, o presidente de Belarus negou que a ajuda fornecida para os deslocados cruzarem a fronteira com a Polônia tenha sido dada com intenção de causar uma crise e advertiu que não tem a intenção de impedir eles.
    Milhares de migrantes, a maioria deles do Oriente Médio, estão acampados perto da fronteira polonesa. Recentemente, o Exército do país europeu prendeu pelo menos 100 pessoas que cruzaram a fronteira com Belarus. .
   


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*