Carregando...

Brasil tem 112.286 casos e 251 mortes por Covid

Ômicron parece menos grave, mas causa internações e mata, diz OMS
Ômicron parece menos grave, mas causa internações e mata, diz OMS
Foto: AFP / Ansa - Brasil

O Brasil registrou 112.286 novos casos e 251 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, informou o boletim do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass) nesta sexta-feira (14). Com isso, o país soma 22.927.203 contágios confirmados e 620.796 óbitos desde o início da crise sanitária.

Mesmo com todos os problemas nos sistemas de informações do Ministério da Saúde, o país vem contabilizando números cada vez maiores desde a última semana de dezembro.

  • Variante Ômicron se torna predominante na Itália
  • Covid: quando uma pessoa com Ômicron deixa de ser contagiosa, com ou sem sintomas
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

A média móvel de contágios dos últimos sete dias já está no patamar da onda de junho e julho do ano passado e chegou a 68.140 contaminações. A de falecimentos também segue em aumento, mas em ritmo muito menor e está em 139.

O estado de São Paulo, que iniciou a imunização de crianças de 5 a 11 anos de maneira simbólica nesta sexta-feira, se aproxima dos 4,5 milhões de casos confirmados da doença - mais exatamente, 4.497.401. As morte somam 155.617.

No ranking de casos nos valores absolutos, aparecem na sequência Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. Entre as vítimas, o segundo com maior número é o RJ, seguido por Minas, Paraná e Rio Grande do Sul.

A taxa de letalidade da Covid-19 no Brasil é de 2,7% e a de mortalidade é de 295,4 a cada 100 mil habitantes. Já a incidência é de 10.910,1 a cada 100 mil. Nesses casos, o Rio de Janeiro lidera os dois primeiros (4,8% e 403 a cada 100 mil, respectivamente). Na incidência, a liderança é de Roraima, com

21.809,4 a cada 100 mil habitantes. .
   


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*