Carregando...

Lula, Ciro e Doria culpam Bolsonaro por inflação em alta

Os pré-candidatos ao Planalto usaram as redes sociais nesta quinta-feira, 12, para criticar o novo recorde inflacionário registrado pelo País em abril - 1,06%, a maior para o mês desde 1996. Cientes do interesse cada vez maior do brasileiro na economia como tema principal a ser discutido na eleição de 2022, os presidenciáveis responsabilizaram o governo federal pelo problema.

Como o Estadão mostrou, o potencial efeito da escalada do custo de vida na corrida pelo Planalto virou o maior desafio até o momento para o presidente Jair Bolsonaro (PL) na busca pela reeleição e levou à queda de Bento Albuquerque do Ministério de Minas e Energia.

  • Casal é morto a tiros dentro de BMW em Curitiba; jovem estava grávida
  • Veja o que Bolsonaro come a bordo do avião presidencial
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

Principal rival de Bolsonaro na pesquisas, o ex-presidenteLuiz Inácio Lula da Silva(PT) afirmou que o "salário do povo está proporcionalmente menor" e chamou Bolsonaro de "fanfarrão".

Jair Bolsonaro participa de partida entre Flamengo e Botafogo na manhã deste domingo, 8. Na terça-feira, 10, a inflação atingiu o maior recorde para o mês de abril desde 1996 Foto: Wilton Junior/Estadão

Ninguém consegue encher o tanque. Tiramos produtos do carrinho porque não dá pra pagar. Metade da inflação é por preços controlados pelo governo. O presidente é um fanfarrão. Não dá entrevista, fala só em lives para o público dele", afirmou.

Já o ex-governador João Doria (PSDB) chamou de "tragédia" o índice inflacionário e acusou a governo federal de ser incompetente.

"A incompetência trouxe a inflação de volta. Atinge duramente os mais pobres, corrói o poder de compra e empurra milhares de famílias para baixo da linha da pobreza", disse. Doria também sugeriu a reforma tributária como uma das saídas para o problema.

A taxa acumulada da inflação em 12 meses subiu a 12,13%, o resultado mais elevado desde outubro de 2003 Foto: Silvia Izquierdo/AP

O pré-candidato Ciro Gomes(PDT) alegou em entrevista ao apresentador José Luiz Datena nesta quinta-feira, 12, que a inflação é "produzida pelo governo". "Ele determina o preço os combustíveis, do gás de cozinha, o diesel do frete que está na carne, da gasolina do motorista", disse.

Para ele é preciso uma política de abastecimento e preço para lidar com o aumento de produtos essenciais. "Nós fazíamos isso exemplarmente no passado. Fernando Henrique Cardoso, Lula e Bolsonaro destruíram a estrutura de abastecimento e preço do Brasil por prostração ideológica", acusou.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*