Carregando...

Quem é o funcionário da Globo morto em acidente com avião

André Warwar era apaixonado pelo paraquedismo
André Warwar era apaixonado pelo paraquedismo
Foto: Reprodução

No final do ‘Jornal Nacional’ de quarta-feira (11), a âncora Renata Vasconcellos se solidarizou com as famílias dos dois homens mortos em acidente com uma aeronave em Boituva, interior paulista. Referiu-se a um deles como “nosso colega da Globo”.

O carioca André Luiz Warwar, de 53 anos, era funcionário da área de tecnologia da emissora. Ele estava entre os paraquedistas a bordo do monomotor Cessna que se chocou contra um barranco ao tentar fazer um pouso forçado após ter pane elétrica no ar.

  • Rica e bem-amada, Fátima acerta ao priorizar vida fora da TV
  • Todos os ex-‘BBB22’ parecem felizes, menos o campeão Arthur
  • Voltamos a torcer por um casal após romances chatos na TV
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

A outra vítima fatal foi Wilson José Romão Júnior, conhecido como Juninho Skydive, de 38 anos, de Piracicaba (SP). Ambos eram paraquedistas experientes.

 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por André Warwar (@andrewarwar)

 

Formado em Cinema com pós-graduação em Psicologia Positiva, Warwar trabalhava na Globo havia 16 anos. Desde o fim de 2019 ocupava o cargo de Gerente de Competência de Imagem. Era o responsável pela gestão de diretores de imagem, operadores de câmera e outros profissionais do setor no Jornalismo, no Esporte e no Entretenimento do canal.

Ele era também escritor, roteirista e cineasta. Lançou 3 curtas-metragens. Em 2017, levou aos cinemas seu primeiro longa, ‘O Crime da Gávea’, produzido em parceria com o autor de novelas Marcílio Moraes. Apesar dos múltiplos talentos, André se definiu na bio de seu perfil no Instagram como “um cara comum”.

Em um post de abril, ao comemorar vários saltos de paraquedas em Boituva, Warwar fez uma reflexão. “Não existe medo para quem está preparado. Nada mais me é impossível.” Ele deixa um filho, Daniel. “Minha obra prima. Meu bem maior.”


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*