Carregando...

PM é presa no Rio acusada de matar ex-companheiro também policial militar

Uma policial militar do Rio foi presa suspeita de matar um colega policial militar, no sábado, 11, em Bom Jesus do Itabapoana, norte do Estado do Rio. Segundo informações da assessoria da Polícia Militar, os dois teriam mantido um relacionamento no passado.

Caso foi registrado na 143ª Delegacia de Polícia, em Itaperuna e encaminhado ao CCrim
Caso foi registrado na 143ª Delegacia de Polícia, em Itaperuna e encaminhado ao CCrim
Foto: Divulgação / Estadão

Segundo a PM, a policial suspeita de matar o colega prestou depoimento na 6ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM) e foi conduzida para a Unidade Prisional da corporação.

  • Homem desconfia de golpe em venda, dá o troco e tira R$ 70 de golpista
  • XP cancela publicação de pesquisa que mostra Lula à frente de Bolsonaro, diz jornal
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

"O local do fato foi isolado para perícia do Centro de Criminalística da Polícia Militar (CCrim)" e "as armas que estavam com cada um dos envolvidos no fato foram apreendidas", informou a PM.

A Polícia Civil informou que o caso chegou a ser registrado na 143ª Delegacia de Polícia, em Itaperuna, também no norte fluminense, mas foi encaminhado ao CCrim, "por se tratar de crime militar".

"A mulher foi presa em flagrante. Uma perícia foi realizada no local do crime e as investigações estão em andamento para apurar as circunstâncias dos fatos", informou a Polícia Civil.

Segundo o jornal "O Globo", a policial presa, cabo da PM, chegou a informar inicialmente à equipe de policiais que atendeu a ocorrência que o crime teria sido cometido por homens encapuzados, mas o depoimento da atual namorada da vítima teria sido determinante para desmentir as primeiras alegações. Confrontada, a suspeita teria confessado o crime.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*