Carregando...

Bolsonaro lamenta prisão de ex-ministro da Educação, diz que ex-auxiliar responderá por seus atos

O presidente Jair Bolsonaro lamentou nesta quarta-feira a prisão do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro pela Polícia Federal e disse que o ex-auxiliar responderá por seus atos caso tenha feito algo de errado.

"É como a questão do Milton, lamento. A imprensa vai dizer que está ligado a mim, etc. Paciência. Se tiver algo de errado, ele vai responder. Se tiver.. Se for inocente, sem problema. Se for culpado, vai pagar", disse o presidente em entrevista à Rádio Itatiaia.

  • Homem invade evento do PT em SP durante discurso de Lula
  • Modelo relata que errou ao se envolver com Jô e que não tem mais contato com ele
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

"O governo colabora com a investigação. A gente não compactua com nada disso. Agora, não sei qual a profundidade dessa investigação. No meu entender, não é aquela orgânica, porque nós temos os compliances nos ministérios. Qualquer contrato, qualquer negócio não passa", acrescentou ao confirmar que soube da prisão do ex-ministro, mas não tinha informações sobre as investigações.

Segundo uma fonte da Polícia Federal, Ribeiro foi um dos alvos de mandados de prisão no âmbito da operação "Acesso Pago", destinada a investigar a prática de tráfico de influência e corrupção para a liberação de recursos públicos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), ligado ao Ministério da Educação.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*