Carregando...

Tenista francesa Fiona Ferro acusa ex-treinador de agressão e estupro

A tenista francesa Fiona Ferro, atual 259ª jogadora do mundo e que tem o 39º lugar como posto mais alto da carreira, acusou seu ex-treinador, Pierre Bouteyre, de estupro e agressão sexual. Os crimes teriam acontecido entre 2012 e 2015, quando a tenista tinha entre 15 e 18 anos.

Fiona Ferro, que tem atualmente 25 anos, entrou com um processo contra Bouteyre, que foi colocado sob supervisão judicial e poderá pegar até 20 anos de prisão. Ele está impedido de entrar em contato ou chegar próximo da francesa, precisou entregar o passaporte e não treinará atletas menores de idade.

  • Justiça Eleitoral determina busca e apreensão na casa de Moro
  • Apresentadores batem boca sobre Lula: "Infelizmente, ele está certo"; assista
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!
Fiona Ferro em partida válida pelo Australian Open contra a ucraniana Elina Svitolina Foto: Michael Errey/AFP

Pierre Bouteyre ainda assumiu a materialidade dos fatos, mas contestou a acusação de estupro. As afirmações foram rebatidas pela Fiona através das redes sociais.

"Eu confirmo que não foi consensual e que os estupros e abusos sexuais foram cometidos com constrangimento moral. Eu coloco toda a minha confiança no sistema de justiça do meu país e afirmo que não quero mais fazer mais nenhum comentário sobre a investigação", disse a tenista, que recebeu o apoio da WTA.

"Aplaudimos Fiona por ter a coragem de apresentar essas alegações. Estamos satisfeitos em ver uma investigação completa e um processo legal em andamento. A WTA é dedicada a garantir um ambiente seguro em nossa turnê. A salvaguarda requer vigilância e continuamos a investir em educação, treinamento e recursos para melhorar nossos esforços", divulgou a entidade.

A ex-número 1 do mundo Vitória Azarenka também se manifestou sobre o caso, logo depois de vencer Petra Martic na terceira rodada do US Open. "Eu a aplaudo por ser corajosa. Espero que, com essa situação, ela saia mais forte, e o tênis não seja arruinado para ela por causa disso. Esse é, eu acho, um tema muito, muito pesado. Mas é o tema que tem de ser mais exposto".

Fiona acabara de ser eliminada da rodada qualificatória do US Open e aguardará a investigação, com duração máxima de dois anos, sobre a situação envolvendo seu ex-treinador.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar