Carregando...

Após a morte da rainha, começa o reinado de Charles 3°

Sucessor que mais tempo aguardou para assumir a coroa no Reino Unido, Charles já divulga comunicado como novo rei, após reinado de 70 anos da mãe. Ele adota o nome Charles 3°.Após 73 anos de espera, o agora ex-príncipe Charles é o novo rei do Reino Unido. Nesta quinta-feira (08/09), pouco depois da morte da rainha Elizabeth 2°, o palácio de Buckingham, a residência dos monarcas do país, divulgou comunicado em nome do novo rei.

Charles aguardou mais de sete décadas para se tornar rei
Charles aguardou mais de sete décadas para se tornar rei
Foto: DW / Deutsche Welle

"A morte de minha querida mãe, a rainha, é um momento de muita tristeza para mim e para todos os membros da minha família", disse Charles, em seu primeiro comunicado como monarca. "Nós estamos de luto profundo pela morte de uma soberana querida e uma mãe muito amada. Eu sei que sua morte será sentida profundamente pelo país, pela Commonwealth e por incontáveis pessoas pelo mundo. Durante este período de luto e mudança, minha família e eu seremos confortados e sustentados pelo nosso conhecimento do respeito e do carinho tão profundamente cultivados pela rainha", conclui o texto.

  • MPF investiga fraudes em pesquisas autofinanciadas, quase 2/3 das registradas no TSE
  • Brasileiro que tentou matar Cristina Kirchner é vigiado por câmeras e guardas
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

Já a primeira-ministra do Reino Unido, Liz Truss, que assumiu o poder há apenas dois dias, fez um pronunciamento se referindo a Charles, como o "rei Charles 3°".

"Hoje a Coroa passa, como há mais de mil anos, para nosso novo monarca, nosso novo chefe de Estado, Sua Majestade o Rei Charles 3°. (...) Nós oferecemos a ele nossa lealdade e devoção, assim como sua mãe nos dedicou tanto por tanto tempo, disse Truss, que concluiu afirmando "Deus salve o rei!".

Com 73 anos, Charles é o monarca mais velho a iniciar um reinado no Reino Unido. Nos últimos anos, ele já vinha assumindo várias funções protocolares da mãe, conforme a saúde de Elizabeth entrava em declínio. Agora, a esposa de Charles, Camilla, deve receber o título de rainha consorte.

A morte da rainha, após um reinado de 70 anos, também alterou a linha sucessória da coroa britânica. Agora, o filho mais velho de Charles, o príncipe William, é o primeiro na linha, seguido pelo neto mais velho do rei, o príncipe George.

À frente da coroa, Charles 3° terá pela frente a missão de conquistar a mesma popularidade da sua mãe, que por sete décadas foi encarada como um símbolo de estabilidade e unidade, ajudando a manter a instituição da monarquia sem muitos questionamentos decisivos.

Para Charles, não deve ser uma tarefa tao simples. Uma pesquisa divulgada no primeiro semestre apontou que 75% dos britânicos avaliavam positivamente Elizabeth. A porcentagem foi de 42% para Charles, mais baixa que a do seu filho William que aparece com 66%.

Pesquisa do YouGov do segundo trimestre deste ano mostra que, enquanto 75% dos britânicos tinham uma opinião positiva de Elizabeth 2ª, o índice para Charles é de 42%. Seu filho William, primeiro na linha de sucessão, tem 66%.

A escolha do nome Charles 3° também evoca paralelos contrastantes. O primeiro monarca britânico a usar o nome Charles 1° (1600-1649), foi deposto e executado pelos puritanos liderados por Oliver Cromwell. Já Charles 2° (1630-1685) assumiu o trono após a restauração da monarquia, em 1660, e é considerado por historiadores um rei que foi popular na sua época.

jps/md (ots)


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*