Carregando...

Segundo suspeito de ataque no Canadá morre após ser preso

  • Quem é a namorada do brasileiro que tentou matar Cristina Kirchner
  • Casal de Brasileiros é encontrado morto nos EUA
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

Myles Sanderson, um dos suspeitos de ter assassinado a facadas 10 pessoas no último dia 4 de setembro em Saskatchewan, morreu pouco depois de ser detido pela polícia do Canadá, informam as autoridades locais nesta quinta-feira (8).
    Segundo a subcomissária da instituição, Rhonda Blackmore, Myles morreu após sofrer com um "estresse médico", sem dar mais detalhes.
    "Logo após sua prisão, ele entrou em estresse médico.
    Ambulâncias próximas foram chamadas para atender a cena e ele foi levado para um hospital em Saskatoon", acrescentou Blackmore, dizendo que ele faleceu após dar entrada no centro médico.
    A mídia local diz, conforme uma fonte policial, que Myles teria se esfaqueado após ser abordado.
    Myles e seu irmão Damien fizeram um ataque "casa por casa" em Saskatchewan e, ao todo, atacaram 28 pessoas. Dez das vítimas morreram nos locais de ataque e outras 18 precisaram de atendimento hospitalar. Dos que foram internados, 10 permanecem internados, sendo três em estado grave.
    No dia seguinte ao ataque, os policiais encontraram o corpo de Damien em um terreno baldio próximo a uma das residências atacadas. Conforme os agentes, ele tinha feridas a faca que "não foram autoprovocadas" e os investigadores trabalham com a possibilidade de que Myles tenha assassinado o irmão após o massacre.
    Os motivos dos ataques não são conhecidos ainda, com linhas de investigação que vão de crimes de ódio a problemas com drogas.
    Mas, as primeiras informações apontam que os irmãos Sanderson conheciam a maioria das vítimas e que poucos foram assassinados "ao acaso". .
   


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*