Carregando...

TSE manda desmonetizar canais bolsonaristas e cobra explicação de Carlos

O corregedor-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Benedito Gonçalves, mandou desmonetizar quatro canais bolsonaristas no YouTube até o final da eleição.

Os donos das contas Brasil Paralelo, Foco do Brasil e Folha Política e Dr. News foram proibidos de impulsionarem conteúdos político-eleitorais. A multa diária em caso de descumprimento é de R$ 50 mil.

Justiça bloqueia repasses de R$ 78 milhões do orçamento secreto no Maranhão Orçamento secreto vai deixar Mensalão 'no chinelo', avalia Tebet Bolsonaro revela que "pintou um clima" com menina venezuelana de 14 anos

Gonçalves ainda determinou que as redes sociais identifiquem os responsáveis por 28 perfis suspeitos de espalharem notícias falsas.

O ministro também deu três dias para o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), prestar informações sobre o "uso político-eleitoral" de seus perfis e sobre o pedido para suspender suas contas por disseminar fake news.

A decisão cita "reiteradas" notícias falsas contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e diz que as contas investigadas "assumiram comportamento simbiótico" na campanha bolsonarista.

"Além disso, movimentam vultosos recursos financeiros, tanto arrecadados junto a assinantes e via monetização, quanto gastos em produção e impulsionamento de conteúdos", escreveu o ministro.

Gonçalves atendeu a um pedido da campanha de Lula, que cobrou investigação sobre o que chamou de "ecossistema de desinformação".

A equipe jurídica do petista acusa a existência de um grupo coordenado para espalhar notícias falsas que prejudiquem o ex-presidente e favoreçam a candidatura de Bolsonaro. Os advogados de Lula dizem que as ações não são "individuais e espontâneas", mas "ostensivas" para "manipular os eleitores e influenciar o processo eleitoral".

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar