Carregando...

Coronavírus: Com alto risco de contágio, Toledo decreta novas medidas restritivas

Toledo divulga novas medidas contra o coronavírus

Toledo divulga novas medidas contra o coronavírus

A Prefeitura de Toledo, no oeste do Paraná, decretou novas medidas restritivas de prevenção à Covid-19, válidas a partir desta terça-feira (8) até 17 de junho.

Conforme o novo decreto, fica autorizado o funcionamento de atividades comerciais, industriais, de prestação de serviços, religiosas, educacionais e de ginástica, de segunda-feira a sábado, das 5h às 20h, com até 30% de público da capacidade do local.

  • Confira o decreto na íntegra

Após às 20h, apenas vendas por delivery estão autorizadas, com exceção da comercialização de bebidas alcoólicas.

No domingo, poderão funcionar apenas os serviços essenciais, como farmácias, postos de combustíveis e lojas de gás. As demais atividades, como supermercados e restaurantes, devem permanecer fechados, segundo o decreto.

  • CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias
  • ACOMPANHE: Média móvel de mortes e casos no estado
  • VACINAÇÃO NO PARANÁ: Veja perguntas e respostas

Toledo adota medidas restritivas para conter avanço da Covid-19 — Foto: RPC/Reprodução

Toledo adota medidas restritivas para conter avanço da Covid-19 — Foto: RPC/Reprodução

O documento proíbe ainda o funcionamento de estabelecimentos destinados ao entretenimento ou a eventos culturais, como circos, casas de shows, apresentações artísticas e atividades semelhantes.

Também não podem ocorrer atividades esportivas coletivas, com exceção de competições profissionais seguindo os protocolos sanitários.

Pandemia em Toledo

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, até domingo (6), Toledo registrou 22.303 casos confirmados do novo coronavírus e 323 mortes pela Covid-19.

A cidade conta com 1.467 casos ativos da doença e está bandeira preta, que significa alto risco de contágio.

Mais de 32,9 mil pessoas receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 na cidade.

Conforme dados da Secretaria de Estado da Saúde, nesta terça-feira, a macrorregião oeste tem a pior taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid, com lotação em 97%.

VÍDEOS: Mais assistidos do G1 PR

200 vídeos

Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*