Carregando...

Veja locais de vacinação contra gripe e público prioritário em João Pessoa e Campina Grande

Vacinação contra influenza começa segunda-feira — Foto: Divulgação

Vacinação contra influenza começa segunda-feira — Foto: Divulgação

A campanha de vacinação contra a influenza na Paraíba continua nesta quarta-feira (9) com ampliação do público prioritário. A imunização segue até o dia 9 de julho, conforme a Secretaria de Saúde do Estado (SES). O estado vai seguir a 23ª Campanha Nacional de Vacinação e a previsão é que 1.507.993 paraibanos sejam vacinados.

Seguindo o plano de imunização do Ministério da Saúde, a partir desta quarta-feira (9) poderão ser imunizadas as pessoas com comorbidades, deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário de Passageiros Urbano e de Longo Curso; trabalhadores portuários, profissionais das Forças de Segurança e Salvamento e Forças Armadas; funcionários do Sistema de Privação de Liberdade; população privada de liberdade; e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas. Mesmo com o início de uma nova etapa, as pessoas incluídas nos grupos anteriores podem continuar recebendo a vacina da mesma forma.

A primeira fase da vacinação de grupos prioritários começou do dia 12 de abril e se estendeu até o dia 10 de maio para crianças, gestantes, puérperas, povos indígenas e profissionais da saúde. A segunda fase, do dia 11 de maio até o dia 8 de junho vacinou idosos com mais de 60 anos e professores.

Composta por vírus inativado, a vacina protege contra os três tipos de vírus que mais circulam no hemisfério sul: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2). Há um alerta para quem se vacinou contra a Covid-19: essas pessoas deverão respeitar um intervalo de 14 dias para tomar outras vacinas do calendário vacinal, inclusive a desta campanha, que previne contra a influenza.

Veja onde se vacinar em João Pessoa

A vacinação em João Pessoa acontece em todas as Unidades de Saúde da Família, policlínicas municipais (bairros do Cristo, Mangabeira, e praias) e no Centro Municipal de Imunizações (antigo lactário da Torre).

  • Policlínica Municipal Mandacaru: Av. Mascarenhas de Morais, 248 - Mandacaru
  • Policlínica Municipal das Praias: Av. Olinda, s/n - Tambaú
  • Policlínica Municipal de Mangabeira: R. Romário, C. de Moraes, sn – Mangabeira
  • Policlínica Municipal do Cristo: R. Olívia de Almeida Guerra, s/n - Cristo Redentor,
  • Centro Municipal de Imunização (CMI): Av. Rui Barbosa - Torre

Distrito Sanitário I

  • USF Bairro das Indústrias I e II: R. Manoel de Paula Magalhães, S/N
  • USF Bairro das Indústrias IV / Anayde Beiriz: R. da Ação, Qd. 187 (Condomínio Anayde Beiriz) – Bairro das Indústrias
  • USF Bairro das Indústrias IV / Pe Ibiapina: Rua Santa Maria, S/N – Bairro das Indústrias
  • USF Costa e Silva Integrada (Costa e Silva I, II e Gauchinha): R. Graciliano Delgado, 557 – Bairro Costa e Silva
  • USF Cruz das Armas Integrada (Cruz das Armas I, II, VIII, X): Av. Cruz das Armas, S/N
  • USF Cruz das Armas II (Cruz das Armas VI, VII, IX e XI): R. Tomás Gomes da Silva, SN
  • USF Integrada Funcionários I (Funcionários I - 1a Etapa, Funcionários I - 2a Etapa - Funcionários II / Guaíba): Rua Ambrósio Vitorino Pontes, S/N
  • USF Integrada Verde Vida (Bairro das Indústrias III / Cidade Verde I, Bairro das Indústrias III / Cidade Verde II, Bairro das Indústrias III / Cidade Verde III): R. Cidade de Belém, S/N
  • USF Jardim Planalto I e II: R. Engenheiro Ávidos, 805
  • USF Jardim Saúde (Jardim Veneza I, II, III e IV): R. Poeta Victor Hugo, S/N
  • USF Nova Conquista (Alto do Mateus II, III, IV e V): R. Durval Coutinho, S/N
  • USF Saúde e Vida (Ernani Sátiro, Esplanada II, João Paulo II - 2ª Etapa e Jardim Sepol): R. Dr. Maurílio de Almeida, S/N
  • USF Saúde para Todos (Novais II, III, IV e V): R. Marta da Luz, 37
  • USF Vieira Diniz (Jardim Veneza V, VI e VII): R. Maria José Miranda do Amaral, S/N

Distrito Sanitário II

  • USF Colinas do Sul II (Irmã Dulce, Portal Colinas, Colinas do Sul e 410 Casas): R. Aposentada Clotildes Maria da Conceição, S/N
  • USF Cuiá I e II: R. Adalgisa Carneiro Cavalcante, S/N - QD 39
  • USF Espaço Saúde (Novo Horizonte, Vale Verde, Cristo Conjunto e Rangel II): R. Horácio Trajano de Oliveira, s/n
  • USF Estação Saúde (Geisel I, II e IV e Expansão): R. José Darci Ferreira, S/N
  • USF Funcionários III / IV e Presidente Médici: R. Terezinha de Oliveira Justa, S/N
  • USF Grotão (Grotão I, II e III Vista Alegre): R. Severino Bento de Morais, 13
  • USF Integrando Vidas (João Paulo II, Citex, Nova República e Funcionários II 1ª etapa): R. Adailson da Silva Nunes, S/N
  • USF Mudança de Vida (Mudança de Vida I, II, III e IV): R. Joaquim Monteiro da França, S/N
  • USF Qualidade de Vida (Rangel III, IV, V e VI): R. Bom Jesus, 583
  • USF Saúde em Ação (Geisel III): R. Olívio de Moraes Magalhães, S/N
  • USF Unindo Vidas (Bela Vista I, Bela Vista II e Bom Samaritano e Vale das Palmeiras): Trav. Murilo Buarque, S/N
  • USF Vila Saúde (Pedra Branca I e II e Jardim Itabaiana I e II): R. Engenheiro Sérgio Rubens de Albuquerque Lima, 326

Distrito Sanitário III

  • USF Caminho do Sol (Frei Damião, Santa Bárbara e Valentina IV): R. Coronel Francisco Monteiro Segundo, S/N
  • USF Cidade Verde (Cidade Verde IV, V, VI e Projeto Mariz): R. Leopoldo Pereira de Lima, S/N
  • USF Complexo Verdes Mares (Cidade Verde I, II, III e ASPOM): R. José Eustaquio da Fonseca, S/N
  • USF Integrada José Américo (José Américo II, III e Laranjeiras): R. Oselmar de Castro Barreto, S/N
  • USF Integrada Rosa de Fátima (Mussumago I e II, Paratibe I e Sonho Meu: R. Oselmar de Castro Barreto, S/N
  • USF Ipiranga (Monte das Oliveiras, Girassol, Boa Esperança e Cidade Maravilhosa): R. São Luiz, S/N
  • USF Mangabeira (Coqueiral, Balcão, Feirinha e Pedro Lins): R. Milton Santa Cruz, S/N
  • USF Nova Aliança (Cristo Rei, Mangabeira VI 1a Etapa, Prosind II): R. Nelly Pessoa Lima, S/N
  • USF Nova Esperança (Ambulantes, Colégio Invadido, Tijolão e Nova Esperança): R. Prof. Arlindo Bezerra Camboin, S/N
  • USF Nova União (Prosind I, Mangabeira IV por Dentro, Panorâmica e União): R. Subten. Joaquim do Nascimento, S/N
  • USF Quatro Estações (Mangabeira VII A, Mangabeira VII B, Mangabeira VII C, Mangabeira VI 2a Etapa): R. Jurema Teotônio da Silva, S/N
  • USF Valentina Integrada (Valentina I, II e III): R. Mariângela Lucena Peixoto, S/N

Distrito Sanitário IV

  • USF Alto do Céu (Alto do Céu III, IV, V e VI): R. João de Brito Lima Moura, s/n
  • USF Bairro dos Ipês: R. Geraldo Fagundes de Araújo, S/N
  • USF Distrito Mecânico I e II: R. Ercílio Marcelo Nery (Rua Projetada, Qd "S"), S/N
  • USF Ilha do Bispo I e II: R. Apolônio Sales de Miranda, S/N
  • USF Matinha II e Paulo Afonso: R. Frei Afonso, 91
  • USF Róger I e II: R. Dezenove de Março, 598
  • USF Varadouro I e II: Rua São Mamede, 36
  • USF Viver Bem (Padre Zé I, II, III e IV): R. Maria Dias de Oliveira, S/N

Distrito Sanitário V

  • USF Bancários e Aldeia SOS: R. Esmeraldo Gomes Vieira, S/N
  • USF Altiplano I e II: R. Prof. Emílio de Araújo Chaves, 118 A
  • USF Bessa I e II: R. Napoleão Gomes Varela, S/N
  • USF Integrada Cidade Recreio (Cidade Recreio e Quadramares): Av. Gov. Antônio da Silva Mariz, S/N (R. Antônio Dutra Sobrinho)
  • USF Santa Clara (Santa Clara e Castelo Branco III): R. Nevinha Raposo (R. Adolfo Maia), 53
  • USF São José (São José I, II, III, IV e V): Av. Vigolvino Florentino da Costa, S/N
  • USF Tito Silva - Jardim Miramar II: R. Olívio Travassos de Medeiros, 590
  • USF Torre II e III: Av. Ruy Barbosa, 367

Veja onde se vacinar em Campina Grande

  • De acordo com a Secretaria de Saúde do município, a imunização acontece na Pirâmide do Parque do Povo, no Parque da Criança e no CTE, pela manhã, e na faculdade Uninassau, à tarde.
  • Além dos pontos fixos de vacinação, alguns grupos vão ser imunizados nas próprias instituições, como os agentes penitenciários e de forças de segurança e salvamento, detentos e jovens em medida socioeducativa.
  • As pessoas contempladas pela vacinação precisam apresentar comprovação de que pertencem aos grupos prioritários, como declaração da empresa onde trabalha, no caso dos motoristas, e laudo médico, para as pessoas com comorbidades.

CoronaVac, vacina contra a Covid-19 — Foto: Daniel Castellano/SMCS

CoronaVac, vacina contra a Covid-19 — Foto: Daniel Castellano/SMCS

Covid-19 e influenza: vacinação simultânea

Qual das vacinas deve ser priorizada?

Os dois imunizantes são essenciais e ajudam a evitar complicações respiratórias que exigem internação e podem até levar à morte. Se você fizer parte do público-alvo das duas campanhas em algum momento nos próximos meses, a prioridade deve ser dada à vacina contra a Covid-19.

Mas a prioridade não deve ser confundida com exclusividade: é importante se vacinar contra a gripe na sequência, respeitando o prazo orientado pelos especialistas, como você verá a seguir.

Posso tomar as vacinas contra a Covid-19 e a gripe juntas, no mesmo dia?

Não. É preciso esperar 15 dias entre uma vacina e outra, segundo as orientações das autoridades em saúde pública. Mas qual a razão desse intervalo de duas semanas? Como as pesquisas a respeito do tema ainda não foram feitas, o Ministério da Saúde optou pela prudência, para evitar qualquer efeito colateral inesperado ou uma diminuição na efetividade dos imunizantes.

Vamos a exemplos de como esse esquema vai funcionar na prática: você pode tomar a primeira dose da Coronavac e aguardar de 14 a 28 dias para receber a segunda dose desta mesma vacina. Daí é necessário esperar mais duas semanas para ser vacinado contra a gripe (que exige apenas uma dose para conferir proteção).

Já no caso do imunizante AZD1222, de AstraZeneca e Universidade de Oxford, a ordem de vacinação muda, pois o prazo entre a primeira e a segunda dose é de três meses.

Qual a importância de se vacinar contra essas duas doenças?

Tanto gripe quanto Covid-19 são enfermidades que afetam o sistema respiratório, podem trazer complicações ou sequelas e até matar. Do ponto de vista individual, portanto, a vacinação diminui os riscos à saúde.

Já na perspectiva coletiva, imunizar-se é uma atitude que protege toda a comunidade, pois quebra as cadeias de transmissão viral e impede a lotação de hospitais e unidades de terapia intensiva.

Em outras palavras, ao tomar as suas doses, você não protege só a si, mas também a sua família, amigos, vizinhos e todos ao redor — até aqueles que, por um motivo ou outro, não podem tomar a vacina.

Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*