Carregando...

Homem é preso por estupro de vulnerável dentro de ônibus, em Curitiba: ‘Meu foco era tirar elas dali’, disse mãe

Homem foi contido por passageiros do ônibus até chegada de guardas municipais — Foto: Divulgação

Homem foi contido por passageiros do ônibus até chegada de guardas municipais — Foto: Divulgação

Um homem foi preso por cometer estupro de vulnerável dentro de um ônibus de Curitiba. As vítimas têm 12 e 13 anos.

A mãe das jovens, que pediu para não ser identificada, disse que o homem se aproximou dela e das filhas dentro do ônibus, que estava lotado. As três estavam voltando pra casa.

“Ele passou a mão nas pernas dela e depois ele tentou se esfregar nela. Só que, por ela ser menor, não ‘se encaixava’ ali”.

O caso aconteceu na última terça-feira (21).

A mãe disse que, ao perceber a ação com a filha de 12 anos, a retirou do local. O homem, então, assediou a outra filha, uma adolescente de 13 anos.

“Na maior ele conseguiu ‘o encaixe’, ele conseguiu se esfregar [...] Eu fiquei totalmente sem ação. Só queria tirar ela dali. O meu foco era tirar elas dali”.

Para tentar conter a ação, a mãe fez imagens do suspeito, pensando em denunciá-lo depois. Houve confusão dentro do ônibus. Uma moça que viu a ação ajudou a conter o homem.

Testemunha ajudou a conter suspeito — Foto: RPC

Testemunha ajudou a conter suspeito — Foto: RPC

“Eu não pensei quase nada. Eu só queria que ele não ficasse impune e eu queria trazer justiça para aquelas menininhas. É horrível pra uma mulher adulta, imagine pra uma criança”, contou Bárbara Martins, babá que presenciou a cena.

O homem foi contido até a chegada de seguranças do terminal e de guardas municipais.

Na delegacia, segundo a polícia, ele foi autuado e preso em flagrante por estupro de vulnerável, crime que pode ter pena de oito a 15 anos de prisão em caso de condenação.

Homem é preso por estupro de vulnerável dentro de ônibus, em Curitiba

Homem é preso por estupro de vulnerável dentro de ônibus, em Curitiba

Casos

Em Curitiba, de janeiro a maio, foram registrados 32 casos de importunação sexual dentro de ônibus. O dobro dos registros do mesmo período do ano passado, que teve 16 casos.

De acordo com a polícia, para denúncias de casos urgentes, no momento em que o crime está acontecendo, o número a ser acionado é o 190.

Para denúncia de casos onde não há flagrante, denúncias podem ser feitas via 181 ou pelo Boletim Online da Delegacia Eletrônica.

Vídeos mais assistidos do g1 PR:

200 vídeos

Veja mais notícias do estado em g1 Paraná.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*