Carregando...

Nova Ferroeste: governo lança edital de leilão com detalhes do projeto, que será disponibilizado para consulta pública pela internet

Governo lançou edital de leilão com detalhes do projeto da Nova Ferroeste, que deve ser disponibilizado para consulta pública pela internet — Foto: Reprodução/TV Morena

Governo lançou edital de leilão com detalhes do projeto da Nova Ferroeste, que deve ser disponibilizado para consulta pública pela internet — Foto: Reprodução/TV Morena

O Governo do Paraná apresentou, nesta terça-feira (21), o edital os detalhes do projeto da Nova Ferroeste. A obra prevê a ligação por trilhos de Paranaguá a Maracaju, no Mato Grosso do Sul, e um ramal entre Cascavel e Foz do Iguaçu.

Segundo a Ferroeste, a nova ferrovia vai passar por 51 cidades do Paraná, além de municípios de Santa Catarina e do Mato Grosso do Sul até chegar ao Porto de Paranaguá, e deve permitir a captação de carga do Paraguai e da Argentina.

Ao todo a nova ferrovia vai ter mais de 1,5 mil quilômetros.

Passada a fase das audiências públicas, que foram realizadas em sete cidades, para apresentar o projeto e ouvir as comunidade por onde a nova ferrovia vai passar, será aberto o prazo para novas contribuições pela internet.

  • Ferrovia entre Paraná e Mato Grosso do Sul passará por cerca de 50 cidades; entenda o projeto da Nova Ferroeste

Com a apresentação do edital, realizada nesta terça-feira pelo governo do estado, o documento deve ficar disponível para consulta na internet. Entre os dias 27 de junho e 15 de julho os moradores vão poder enviar sugestões por e-mail.

A versão final do edital só sera publicada depois da obtenção da licença prévia ambiental. A previsão é que o empreendimento da nova Ferroeste deve ir a leilão na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) no segundo trimestre de 2022.

"Hoje, a gente pode dizer que há centenas de dezenas de pessoas contribuindo, prefeituras, secretarias. Não é o governo sozinho, ele lidera, mas com a participação de toda a sociedade, e isso faz com que o projeto se torne mais atrativo do ponto de vista do investidor", disse André Gonçalves, diretor-presidente da Ferroeste.

Ainda não há data para o início dos trabalhos. O vencedor do leilão poderá executar a obra e explorar o trecho por 70 anos.

Assista aos vídeos mais acessados do g1 PR

200 vídeos

Veja mais notícias do estado no g1 Paraná.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*