Carregando...

'Ele me disse que a motorista estava correndo demais', diz pai de um dos mais de 30 feridos após ônibus capotar em Camaragibe

Ônibus tomba e acidente deixa uma mulher morta e vários feridos em Camaragibe

Ônibus tomba e acidente deixa uma mulher morta e vários feridos em Camaragibe

"Foi uma fatalidade. Ele me disse que a motorista estava correndo demais, sem necessidade. Ele ficou triste porque disse que ia pegar um Uber e deixou de pegar para ir de ônibus." O relato é do mecânico Sidney Ferreira, pai de uma das mais de 30 pessoas que se feriram no acidente com o ônibus da linha TI Camaragibe/TI Macaxeira que capotou no domingo (19) e deixou uma mulher morta (veja vídeo acima).

  • Compartilhe no WhatsApp
  • Compartilhe no Telegram

O filho dele, Gabriel Wesley Ferreira, foi socorrido para o Hospital da Restauração, no bairro do Derby, na área central do Recife. "Falei com ele, ele está bem. Teve uma fratura que quebrou em três partes o braço dele e vai ter que fazer um cirurgia. Agora é só aguardar", disse Sidney na noite do domingo (19).

Sidney Ferreira é pai de uma das vítimas feridas em ônibus que capotou em Camaragibe no domingo (19) — Foto: Reprodução / TV Globo

Sidney Ferreira é pai de uma das vítimas feridas em ônibus que capotou em Camaragibe no domingo (19) — Foto: Reprodução / TV Globo

A mulher que morreu no acidente foi Maria da Conceição Cabral da Silva, de 54 anos. O corpo da vítima foi retirado das ferragens pelos bombeiros após o ônibus tombar na Avenida Belmiro Correia, no Centro do município, perto de um girador e da Praça de Camaragibe.

A neta dela, Rebeca Silva da Paz, também relatou que a motorista do ônibus, de 39 anos e nome não divulgado, dirigia o veículo em alta velocidade quando o acidente aconteceu.

"Desde a integração que ela vinha com velocidade muito alta. Que culpa a pessoa tem de velocidade? Ela tem que responder pelas coisas que ela fez porque, se isso não tivesse acontecido, a minha avó não tinha morrido. Ela tem que pagar pelo que ela fez", disse Rebeca.

Rebeca Silva da Paz é neta da mulher que morreu em acidente com ônibus em Camaragibe, no Grande Recife — Foto: Reprodução / TV Globo

Rebeca Silva da Paz é neta da mulher que morreu em acidente com ônibus em Camaragibe, no Grande Recife — Foto: Reprodução / TV Globo

Fabiana Apolônia, filha mais velha de Maria da Conceição, lamentou a morte da mãe no acidente. "Não imaginava que isso pudesse acontecer com a minha mãe. Toda a família está inconformada. Minha mãe era muito boa, uma pessoa especial", afirmou.

Feridos e investigação

Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), 27 vítimas foram socorridas pelas equipes em 15 viaturas, sendo duas unidades de suporte avançado, oito unidades de suporte básico e três motolâncias, além de uma ambulância de São Lourenço da Mata e outra de Paudalho.

Outras seis pessoas foram socorridas pelos bombeiros, que enviaram ao local nove equipes com quatro ambulâncias de autorresgate, três motos de autorresgate e duas equipes de autocomando de operação. Os nomes, as idades e o estado de saúde de alguns dos pacientes foram divulgados.

LEIA TAMBÉM:

  • Kombi capota e pessoas ficam feridas na rodovia PE-22
  • Sete pessoas se ferem em acidente entre dois ônibus e carros
  • Carro cai dentro de casa na Zona Norte do Recife

Segundo a empresa Mobibrasil, a que pertence o ônibus que capotou, a motorista do veículo teve um mal súbito e perdeu o controle do coletivo.

Em nota, a Polícia Civil informou que a condutora do coletivo compareceu à Delegacia de Camaragibe, onde foi aberto inquérito por portaria para investigar o caso como acidente de trânsito com vítima fatal.

* Estagiário sob a supervisão do editor de conteúdo Bruno Marinho.

VÍDEOS: mais vistos de Pernambuco nos últimos 7 dias

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*