Carregando...

Acusado de matar esposa com 26 facadas vai a Júri Popular por feminicídio no litoral do Piauí

Dois casos de feminício vão a Tribunal do Júri nesta quarta-feira (9) no Piauí

Dois casos de feminício vão a Tribunal do Júri nesta quarta-feira (9) no Piauí

Raimundo Neto Pereira, 34 anos está sendo julgado por júri popular pelo crime de feminicídio contra a própria esposa, Selene Veras Roque, morta com 26 facadas em junho de 2018, em Luís Correia, litoral do Piauí. O G1 tentou, mas não conseguiu contato com a defesa do acusado.

  • Acusado de esfaquear a ex-mulher e matar amiga vai a júri popular por feminicídio em Campo Maior

A primeira audiência do caso, de instrução e julgamento, aconteceu em julho de 2018, na ocasião, a defesa do acusado afirmou que ele estava "fora de si" no momento do crime e que por isso não poderia responder por ele.

Contudo, um exame de sanidade mental atestou que o réu tinha total consciência do que fazia no momento do crime.

Desta forma, o acusado foi considerado imputável, ou seja, pode ser punido de acordo com o previsto no Código Penal.

O crime

Professora foi morta com mais de 20 facadas no litoral do Piauí — Foto: Reprodução/Facebook

Professora foi morta com mais de 20 facadas no litoral do Piauí — Foto: Reprodução/Facebook

Segundo a perícia criminal, a vítima sofreu 26 perfurações de facão dentro da residência onde morava.

A Polícia Miliar informou que o crime aconteceu depois que Raimundo buscou a esposa na universidade, em Parnaíba, cerca de 70 km distante da residência do casal.

“A informação que recebemos é que eles sempre discutiam, mas nada de muito grave. Após cometer o crime, ele correu na casa de um cunhado ao lado, chegou a confessar o que tinha feito e fugiu”, informou a PM.

O facão utilizado no crime foi apreendido dentro da residência do casal. As perfurações atingiram o pescoço, abdômen, tórax, braços e as costas da professora.

Veja as últimas notícias do G1 Piauí

Assista aos vídeos mais vistos do G1 Piauí:

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*