Carregando...

Polícia investiga se homem morto após ser baleado dentro de carro de aplicativo foi vítima de bala perdida

Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) em Teresina — Foto: Francisco Lima/TV Clube

Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) em Teresina — Foto: Francisco Lima/TV Clube

A Polícia Civil investiga se Lumercir Bastos de Oliveira, 51 anos, morto após ser atingido com um tiro na cabeça dentro de um carro de aplicativo, foi vítima de bala perdida. O caso ocorreu por volta das 19h30 dessa segunda-feira (13), na Vila Irmã Dulce, Zona Sul de Teresina.

De acordo com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Lumercir estava acompanhado da esposa, quando o tiro entrou pelo vidro traseiro do carro.

"A esposa contou que pediu uma corrida pelo aplicativo, por volta das 19h30, para eles irem ao supermercado. Ao entrar no carro, ela escutou o barulho de tiro e quando olhou para o lado, o marido estava sem consciência e ferido na cabeça", disse o delegado Francisco Costa, o Barêtta, o coordenador do DHPP.

A vítima chegou a ser encaminhada para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), mas morreu durante o atendimento. O DHPP solicitou perícias e investiga de onde partiu o disparo.

Veja as últimas notícias do G1 Piauí

VÍDEOS: Assista às notícias mais vistas da Rede Clube

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar