Carregando...

Macaco bugio ataca duas mulheres e uma criança em São Raimundo Nonato, Sul do Piauí

Macaco-guariba criado como animal doméstico ataca pessoas em São Raimundo Nonato

Macaco-guariba criado como animal doméstico ataca pessoas em São Raimundo Nonato

Um macaco bugio (alouatta guariba) está atacando pessoas na localidade Serra Vermelha, zona rural de São Raimundo Nonato, a 540 quilômetros de Teresina, no Sul do Piauí. Pelo menos uma criança e duas mulheres já foram vítimas do primata que é criado por uma família como um animal doméstico.

O último ataque aconteceu na manhã desta quarta-feira (15) contra uma mulher, identificada como Irany de Sousa Ferreira, 41 anos, que estava passando na frente da residência quando o macaco pulou e mordeu sua perna.

Ela precisou ser levada pelo Samu até a Unidade de Pronto Atendimento do município para tratar os ferimentos. A mulher ainda permaneceu no local por algumas horas à espera de vacinas.

Macaco bugio ataca duas mulheres e uma criança em São Raimundo Nonato, Sul do Piauí — Foto: André Pessoa/Arquivo pessoal

Macaco bugio ataca duas mulheres e uma criança em São Raimundo Nonato, Sul do Piauí — Foto: André Pessoa/Arquivo pessoal

LEIA TAMBÉM

  • Comércio de animais selvagens aumenta o risco de epidemias

De acordo com o comandante da Companhia Ambiental do 11º Batalhão da PM de São Raimundo Nonato, capitão Odair Ribeiro, o animal é criado pelo proprietário da casa onde estava.

“Ele já mora com a família há muitos anos, sem licença ambiental, e agora começou a ser mais agressivo, arranhar, morder as pessoas que se aproximam. Está mais agressivo”, afirmou o capitão Odair Ribeiro.

O comandante contou ainda que já acionou o Ibama para capturar o animal. “Pedi ao Ibama de Teresina para vir buscar, mas me informaram que não tinham viatura porque estão combatendo as queimadas. Aí pedi ao Ibama de Juazeiro-BA e eles disseram que vêm buscar até o final da semana”, disse o militar.

Mulher atacada por macaco é levada para hospital — Foto: Reprodução

Mulher atacada por macaco é levada para hospital — Foto: Reprodução

O capitão Odair disse ainda que orientou as vítimas a fazerem um boletim de ocorrência sobre os ataques.

“O ataque da criança, como ela faz parte da família, eles preferiram não fazer. Mas a mulher que foi vítima hoje disse que ia”, declarou.

O que fazer após o ataque?

Macaco bugio ataca duas mulheres e uma criança em São Raimundo Nonato, Sul do Piauí — Foto: André Pessoa/Arquivo pessoal

Macaco bugio ataca duas mulheres e uma criança em São Raimundo Nonato, Sul do Piauí — Foto: André Pessoa/Arquivo pessoal

A orientação de especialistas para é que as pessoas atacadas pelo macaco bugio ou por qualquer outro animal silvestre procurem, imediatamente, um atendimento médico.

As vítimas devem tomar a vacina e o soro antirrábicos. Dependendo da situação, o paciente deve receber ainda o imunizante contra o tétano.

Confira as últimas notícias do G1 Piauí

VÍDEOS: Assista às notícias mais vistas da Rede Clube

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*