Carregando...

Borges: Mantega reflete política econômica da possível candidatura de Lula

O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega criticou a reforma trabalhista e contestou a existência do teto de gastos, ambos criados durante o governo de Michel Temer (MDB) na tentativa de cortar gastos públicos. O artigo, publicado no jornal Folha de S.Paulo, faz coro a críticas feitas pelo Partido dos Trabalhadores (PT) sobre o assunto nesta semana.

Para o comentarista da CNN Alexandre Borges, o posicionamento do ex-ministro da Fazenda reflete a política econômica que seria adotada em uma possível candidatura de Lula.

Borges divide a atuação do ex-presidente na área econômica em dois momentos distintos. Durante seu primeiro mandato houve uma continuação do que estava sendo feito no governo de Fernando Henrique Cardoso, inclusive mantendo boa parte da equipe na pasta de Economia. Já em seu segundo mandato, o petista passou a entregar a condução da área para a ala mais ideológica do PT, da qual Mantega faz parte.

“Mantega chama o período atual de neoliberal, o que é uma brincadeira de mal gosto”, disse Borges.

Além disso, há uma tentativa de apagar os últimos anos do governo petista no segundo mandato de Dilma e atuação na Economia desse período, já que o texto cita os resultados econômicos exclusivamente de 2003 a 2014.

Veja mais no vídeo acima


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*