Carregando...

Ex-assessor de Gabriel Monteiro relata ameaças após denunciar vereador

O ex-assessor parlamentar Vinicius Hayden Wietze registrou uma queixa por coação contra o vereador Gabriel Monteiro (PL) na 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes). Ele relatou estar sofrendo ameaças através das redes sociais após ter os dados vazados por Gabriel Monteiro.

Na segunda-feira (18), o ex-assessor foi chamado na delegacia para prestar esclarecimentos sobre um celular que ele mesmo entregou à polícia. O aparelho teria registros de conversas que podem ajudar na investigação.

De acordo com o delegado Luís Maurício Armond, o ex-assessor alegou que está sendo coagido ao prestar esclarecimentos na sede policial.

“Durante o depoimento, ele alegou que está sendo coagido porque Gabriel teria vazado dados como telefone e endereço, e ele estaria sofrendo ameaças por denúncias que prestou. O celular foi entregue pelo assessor antes da operação de busca e apreensão, mas só chegou até nós na segunda-feira. Por isso nós o chamamos na delegacia e ele permitiu acesso ao aparelho, que também será encaminhado para perícia”, explicou o delegado à CNN.

A delegacia é a mesma que investiga o vazamento de um vídeo íntimo de Gabriel Monteiro com uma adolescente de 15 anos.

As denúncias desencadearam uma operação que realizou buscas na casa e no gabinete do vereador na Câmara Municipal, no dia 8 de abril. Os policiais apreenderam 17 celulares, além de computadores e armas.

A Polícia Civil aguarda análise técnica do material apreendido, que será feita com auxílio de um software israelense que permite a extração de dados bloqueados ou apagados pelo usuário. A tecnologia também foi utilizada pela polícia na investigação contra o Doutor Jairinho, ex-vereador acusado de torturar e matar o enteado Henry Borel.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*