Carregando...

Bolsonaro teve recuperação entre eleitor masculino, diz CEO da Quaest

Apesar de seguir como segundo colocado na corrida presidencial, de acordo com a pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro (PL) apresentou recuperação entre determinados grupos, segundo explicou o CEO da Quaest, Felipe Nunes, em entrevista à CNN.

“A gente observa uma recuperação importante do presidente Bolsonaro entre o eleitor masculino, entre regiões do Sul e Centro-Oeste do Brasil e, claro, aquele eleitor evangélico que saiu de Lula e foi para Bolsonaro”, avaliou Nunes.

Por outro lado, avalia o CEO, o crescimento do atual presidentel foi interrompido pelas crises com o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“Esse eleitor que, até não do gosta do Lula, mas também não gosta desse tensionamento institucional acabou ficando sem candidato, não optando voltar para o Bolsonaro”, afirmou.

Já o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) –que segue liderando a pesquisa, com 46% das intenções de voto, segundo a pesquisa Quaest– “ampliou a sua vantagem entre as mulheres, motivado principalmente por uma preocupação crescente com a inflação”.

No entanto, segundo Nunes, Lula “perdeu, de maneira considerável, o eleitorado evangélico, que ouviu o ex-presidente falando sobre aborto e não gostou desse posicionamento”.

A pesquisa aponta ainda que o petista lidera nas regiões Nordeste e Sudeste, enquanto Bolsonaro está à frente na região Centro-Oeste. Nas regiões Norte e Sul, Lula e Bolsonaro estão empatados tecnicamente.

“É no Sudeste, de fato, onde a gente vai ter que acompanhar com mais cuidado o desenrolar dessa eleição”, avaliou o CEO. Segundo ele, uma surpresa do cenário atual é a “vantagem que Lula tem em São Paulo, um estado que ele não ganha, ou que o PT não ganha, desde 2002”.

Dados sobre a pesquisa

A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Duas mil pessoas foram entrevistadas face a face entre os dias 5 e 8.

O levantamento tem 95% de confiança. Ou seja, se 100 pesquisas fossem realizadas, ao menos 95 apresentariam os mesmos resultados dentro desta margem.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-01603/2022.

Debate

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*