Carregando...

Pesquisa mostra inexistência da possibilidade de terceira via, diz cientista político

Segundo a última edição da pesquisa XP/Ipespe, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a corrida ao Planalto, com 44% das intenções de voto, seguido por Jair Bolsonaro (PL), com 32%. Nenhum dos demais candidatos apresenta mais de um dígito no percentual de intenções de voto. Na avaliação do cientista político Renato Meirelles, em entrevista à CNN, as pesquisas apontam uma consolidação do cenário que inviabiliza as chances da chamada terceira via se tornar competitiva.

“A pesquisa mostra um cenário que vem se consolidando. No primeiro lugar com o óbvio, que a inexistência da possibilidade de uma terceira via. Não se discute mais terceira via”, afirmou.

Segundo Meirelles, um dos motivos que o leva a essa análise é o fato de a soma das intenções de voto em pesquisas eleitorais dos candidatos da terceira via, junto aos votos brancos, nulos e indecisos, não chega ao patamar do presidente Jair Bolsonaro (PL) – que é o segundo colocado nas pesquisas.

“Nós começamos a enxergar um crescimento do Jair Bolsonaro, que começa a chegar no teto dele de crescimento. E um crescimento que se deu muito mais pela antecipação dos votos de segundo turno. É como se fosse uma espécie de voto útil que, em geral, só começa a ocorrer nas duas últimas semanas do processo eleitoral”, avaliou.

Para o cientista político, a corrida eleitoral está antecipada, se comparada às demais eleições. “A gente teve essa antecipação do voto do Jair Bolsonaro, que começa a chegar em uma situação que não tem muito mais de onde tirar voto. O detalhe interessante é que esse crescimento da intenção de votos do presidente da República, que agora chega no seu teto, não significou uma queda na intenção de votos do ex-presidente Lula.

Assista à íntegra da entrevista no vídeo acima.

 

*Sob supervisão de Elis Franco


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*