Carregando...

Em Salvador, Lula muda discurso sobre caso Pedro Guimarães

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pré-candidato à Presidência, criticou o ex-presidente da Caixa Econômica Federal Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual por funcionários do banco. A declaração foi dada durante pronunciamento em ato em Salvador.

Após o caso vir à tona, no último dia 29, Lula afirmou que “não é policial, nem procurador”, por isso não poderia opinar.

Neste sábado, Dia da Independência da Bahia, o ex-presidente fez uma série de elogios às mulheres, em um discurso lido, e, de improviso, se solidarizou com as vítimas do ex-presidente da Caixa, sem cita-lo nominalmente.

“Nada mais justo do que a luta do povo baiano, ter como símbolo três mulheres. O lugar da mulher era onde ela quisesse estar, na luta pela liberdade. Maria Quitéria, Maria Felipa e Joana Angélica representam não só as mulheres baianas que lutaram pela independência do Brasil, elas representam também as mulheres brasileiras que hoje lutam o dia a dia de uma guerra injusta, expostas ao machismo, ao feminicídios, aos estupros e outras formas de violência. Elas são vítimas todos os dias no Brasil, como as mulheres que foram vítimas de assédio pelo presidente da Caixa.”

Teto de gastos

No discurso, o petista ainda voltou a defender a revogação do teto de gastos e disse que é preciso “colocar os pobres no orçamento”.

“É preciso revogar o teto de gastos, que tira dos pobres para dar aos ricos, e rever o perverso regime fiscal brasileiro, no qual quem ganha menos paga mais. É preciso colocar os pobres outra vez no orçamento, e os super-ricos no imposto de renda.”

Forças Armadas

Durante o evento, o petista ainda defendeu que as Forças Armadas se mantenham “comprometidas com a democracia”. A declaração ocorre diante de embates entre militares e o Tribunal Superior Eleitoral sobre as eleições deste ano.

“O Brasil independente e soberano que queremos não pode abrir mão das suas Forças Armadas. Não apenas bem treinadas e equipadas, mas sobretudo comprometidas com a democracia. Cabe às Forças Armadas atuar na defesa do território nacional, do espaço aéreo e do mar territorial, cumprindo estritamente o que está definido pela Constituição.”

Segundo Lula, as eleições deste ano serão “a nova independência”.

“Tenho certeza de que as Forças Armadas estarão ao lado do povo brasileiro nessa luta pela nova independência, como estiveram em momentos importantes da nossa história.”

Debate

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

*Publicado por Renan Porto, com informações de Tainá Falcão


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Calendar