Carregando...

Nova decisão do STJ muda comando do Pros e põe em causa apoio do partido a Lula

Na quarta-feira (3) à noite, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) reverteu uma decisão da própria corte e devolveu a direção do Partido Republicano da Ordem Social (Pros) à ala anti-Lula do partido, pondo em risco o apoio à candidatura do petista ao Planalto.

Com a decisão da corte, o comando do partido volta a Marcus Holanda e, dessa forma, Pablo Marçal segue candidato à presidência – sua candidatura foi oficializada no dia 31 de julho.

O ministro Antônio Carlos Ferreira considerou que não era de competência do STJ analisar o pedido de Eurípedes Júnior, pois ainda há recursos a serem analisados em 2ª instância na Justiça do Distrito Federal.

Eurípedes havia retomado o comando do Pros no mesmo dia em que se encontrou com integrantes da campanha de Lula e fechou apoio no primeiro turno.

Estiveram presentes no encontro o candidato a vice-presidência, Geraldo Alckmin (PSB) e o coordenador do plano de governo da chapa, Aloizio Mercadante (PT).

Em nota, Marçal diz que está confiante na justiça e que sua candidatura presidencial "foi aprovada em convenção". "O Partido está passando por turbulências, faz parte do jogo. Espero que após essa nova decisão, continuemos a olhar para frente e para o alto", afirma.

O coach, que tenta disputar sua primeira eleição ao Palácio do Planalto, ameaçou entrar na Justiça eleitoral para garantir a candidatura.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar