Carregando...

Censo registra dificuldades vividas por moradores de comunidade de Recife; falta de esgoto, infraestrutura e coleta de lixo são algumas

Censo registra dificuldades vividas por moradores de comunidade de Recife

Censo registra dificuldades vividas por moradores de comunidade de Recife

Nesta terça-feira (6), o tema do Profissão Repórter foi o Censo 2022 e, no Recife, nossa equipe mostrou como, em bairros vizinhos, a realidade encontrada pelos recenseadores é completamente diferente.

  • Censo 2022: O que o IBGE quer saber? Quanto tempo dura a visita? Veja perguntas e respostas
  • Censo 2022 já entrevistou quase 60 milhões de pessoas em mais de 20 milhões de domicílios, diz IBGE
  • Censo 2022: Como confirmar que a pessoa na minha porta é o recenseador?
  • Censo 2022: Sou obrigado a responder?

Vizinha à Boa Viagem, bairro nobre da capital pernambucana, a comunidade Jardim Beira Rio é bem pobre. Mesmo dentro do próprio local, andando alguns metros, as diferenças são grandes: enquanto alguns tem saneamento e esgoto, outros ainda não tem acesso à rede e também não contam com a coleta de lixo urbano.

"O esgoto vai direto para a rua - para a maré, para o mangue, que é aqui perto", conta a diarista Tassiana de Santo, que mora com a filha Rosa, de 13 anos, que falou sobre os principais problemas que precisam ser resolvidos: "Esgoto, lixo e falta de água".

Para fazer seu trabalho no local, os recenseadores têm que passar por becos pequenos e até andar sobre palafitas, já que muitas casas foram construídas assim, no mangue. Enquanto circulavam na comunidade com eles, o repórter Chico Bahia e o repórter cinematográfico Eduardo de Paula denunciaram a falta de infraestrutura.

"Todo dia é sempre uma guerra. Está assim há um tempo já", reclamou a dona de casa Ana Carolina Bezerra sobre as tábuas de madeira quebradas ou soltas que formam as 'ruas' do bairro.

A babá Daniele Souza, mãe de cinco filhas e moradora do local, contou que uma das filhas já sofreu um acidente nas palafitas:

"Eu fico com medo, mas é a situação que a gente tem para viver. Inclusive, a maior já caiu na maré. Eu fiquei internada com ela no hospital e tudo. Passou dois dias internada para poder fazer lavagem nela, porque ela tomou água, que é sujíssima".

Assista ao programa completo:

Edição de 06/09/2022 - Censo 2022

Edição de 06/09/2022 - Censo 2022


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*