Carregando...

Mobilidade compartilhada contribui para o desenvolvimento de cidades mais inteligentes e sustentáveis

Pioneira na tecnologia para veículos elétricos, a montadora francesa Renault tem se destacado também no desenvolvimento de diversos projetos de mobilidade compartilhada na Europa e no Brasil — Foto: Divulgação

Pioneira na tecnologia para veículos elétricos, a montadora francesa Renault tem se destacado também no desenvolvimento de diversos projetos de mobilidade compartilhada na Europa e no Brasil — Foto: Divulgação

A crescente concentração de pessoas em grandes cidades significa um enorme desafio para a mobilidade sustentável. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), 55% da população mundial vive em áreas urbanas e a previsão é de que esse número alcance os 70% até 2050. Então, a pergunta que surge é: o mundo atual pode se adaptar e ao mesmo tempo cuidar do planeta? A resposta é sim. Porém, para tal, será preciso criar cidades inteligentes que, graças à revolução digital, ferramentas como o big data e conceitos como carsharing (compartilhamento de veículos), por exemplo, serão vitais para desenvolver cidades com sistemas de mobilidade de alto rendimento.

Outro dado impressionante foi publicado pela consultoria Grand View Research (no relatório de análise de mercado da mobilidade partilhada Shared Mobility Market Size, Share & Trends Analysis Report) que estima que o mercado da mobilidade partilhada irá crescer cerca de 25% entre 2018 e 2025. Esses dados acenam que os próximos anos serão propícios à inovação e ao investimento nesta área. E as inovações serão pautadas por uma crescente aproximação das necessidades do cliente que tem buscado um transporte econômico, confiável, seguro e disponível.

O carsharing vem ao encontro desses desejos uma vez que traz praticidade para os clientes e pode contribuir para a diminuição da frota nas ruas e do trânsito. Há estudos (quais estudos) que apontam que projetos de mobilidade como este reduzem a frota em até 30%. Outra vantagem é a menor ocupação do espaço público, uma vez que se reduz também a necessidade de vagas para estacionar. Na prática, o carsharing é assim: toda vez que precisar do automóvel encontra um à disposição. E a forma é também bastante simples. Através de um aplicativo no celular, o cliente contrata o serviço, utiliza o veículo apenas pelo tempo necessário e, quando terminar, basta devolvê-lo.

Pioneira na tecnologia para veículos elétricos, a montadora francesa Renault tem se destacado também no desenvolvimento de diversos projetos de mobilidade compartilhada na Europa e no Brasil. Por aqui, estão em fase de implementação dois serviços de carsharing: o aluguel por curtos períodos para o consumidor final (B2C), já em concessionárias em Curitiba e em São Paulo, e que pode ser usado principalmente para o cliente que deixou o carro na oficina para fazer algum serviço e não pode ficar sem esse meio de transporte. Ou mesmo para clientes que necessitam alugar um carro para um fim de semana, por exemplo, e que o fariam em outra locadora.

Já o segundo serviço se desenvolve dentro da própria fábrica da Renault e também em outros parceiros em Curitiba, como na Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Sistema FIEP). Este serviço (B2B) é oferecido para as empresas que disponibilizam o aplicativo para os colaboradores usarem durante o horário de trabalho ou para uso pessoal. Todo o processo de aluguel do veículo é feito pelo aplicativo de forma simples e rápida. Deve-se fazer o cadastro na plataforma, pode-se escolher o modelo, período de uso, onde retirar o carro e forma de pagamento (cartão de crédito ou centro de custo, quando liberado). Ao fim, é só ir buscar o carro que será destravado via Bluetooth seguindo as etapas do aplicativo.

O serviço carsharing (que conta com todos os modelos da gama Renault do Brasil, incluindo automóveis totalmente elétricos e veículos utilitários é gerenciado por meio do sistema Mobilize Share, utilizado em diversos projetos da empresa pelo mundo, e que faz parte da estratégia de mobilidade urbana e compartilhada Mobilize, braço da Renault dedicado aos serviços de mobilidade abrangendo as áreas de energia e de dados.

São iniciativas que apontam os caminhos para um futuro sustentável e adaptado às evoluções das necessidades dos consumidores.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*