Carregando...

Passageiras usam guarda-chuva para se proteger de goteiras dentro de ônibus do BRT

Passageiras precisaram abrir sombrinhas no interior do BRT. — Foto: Reprodução/TV Globo

Passageiras precisaram abrir sombrinhas no interior do BRT. — Foto: Reprodução/TV Globo

Passageiros precisaram abrir os guarda-chuvas para se protegerem das goteiras durante uma viagem em um ônibus do corredor BRT na Zona Oeste do Rio na manhã desta quarta-feira (1°).

O problema ocorreu entre a estação Mato Alto, em Campo Grande, e o Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca.

A Prefeitura do Rio informou que o ônibus foi retirado de circulação e que o veículo será vistoriado.

O sistema de transporte está passando por uma intervenção e, segundo a Prefeitura do Rio, ainda vai demorar um ano para voltar ao normal. De acordo com o prefeito Eduardo Paes (PSD), só em meados de 2022 o sistema estará recuperado.

Segundo o prefeito, em 2016, os três corredores tinham 375 ônibus e transportavam 500 mil pessoas por dia. Quando o município anunciou a intervenção no sistema, em janeiro deste ano, eram 120 ônibus e 80 mil passageiros.

BRT lotado e quebrado

O BRT do Rio é um sistema de ônibus articulados que rodam em corredores com pistas exclusivas, separadas por calhas do trânsito comum. As linhas se dividem por três grandes eixos e atendem a estações que se assemelham às do metrô, onde o passageiro paga a tarifa antes de ir para as plataformas de embarque.

O meio de transporte, no entanto, enfrenta uma crise há anos. Os ônibus quebram com frequência, e as calhas apresentam asfalto gasto e com inúmeros buracos. Também é grande o número de passageiros que entram sem pagar, e as estações e os veículos vivem superlotados

Vídeos mais vistos no Rio nos últimos 7 dias

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*