Carregando...

Obra em área próxima à Floresta da Tijuca é interditada

Fiscal da Secretaria Municipal de Meio Ambiente interdita obra na Tijuca, Zona Norte do Rio — Foto: Reprodução/ Redes sociais

Fiscal da Secretaria Municipal de Meio Ambiente interdita obra na Tijuca, Zona Norte do Rio — Foto: Reprodução/ Redes sociais

Uma obra próxima a uma área da Floresta da Tijuca, na Zona Norte do Rio de Janeiro, foi interditada na manhã desta quarta-feira (15) pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente. As ações no local foram alvo de protestos de moradores, que chegaram a reunir quatro mil assinaturas contra o empreendimento do Opportunity Fundo de Investimento Imobiliário.

De acordo com a secretaria, a empresa foi multada em R$ 15 mil pois funcionários teriam tentado impedir a entrada dos fiscais no canteiro de obras. Os agentes paralisaram todas as intervenções no terreno.

Segundo os moradores, a área desmatada tem mais de 350 árvores. Eles afirmam que chegaram a testemunhar animais fugindo do terreno.

De acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, os critérios técnicos usados para concessão de licença seguem a legislação vigente e a pasta acompanha os processos pós-licença.

  • Vizinhos da Floresta da Tijuca protestam contra derrubada de árvores para construir prédio

Ainda de acordo com a secretaria, cabe ao empreendedor cumprir as 32 condicionantes para que consiga o habite-se. A licença, dada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação (SMDEIS), está condicionada a obrigações como o manejo de fauna e o plantio de 2.805 árvores.

Em nota, o Opportunity informou que, desde começou a retirada das árvores, atendeu todos os órgãos que procuraram a empresa, inclusive a Polícia Ambiental. Negou que tenha sido multado e disse ainda que "dispõe de todas as licenças de órgãos competentes para a obra no terreno".

Confira a íntegra da nota:

“Desde o começo de setembro, quando se iniciaram os serviços de supressão vegetal no empreendimento, o Opportunity Fundo de Investimento Imobiliário recebeu diversas vistorias no terreno de sua propriedade, com numeração principal pela Rua Hélio Póvoa, 107, e endereço suplementar pela Rua Homem de Melo, na Tijuca. Todos os órgãos, como o Comando de Polícia Ambiental, da Polícia Militar, que buscaram a empresa no terreno foram atendidos. Na manhã do dia 15 de setembro, houve uma pequena demora em atender os representantes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Guarda Municipal, pois os agentes municipais estavam junto a um grupo de manifestantes exaltados e agressivos, que batiam no portão do terreno e proferiam xingamentos. Como o portão alto não permitia a visão externa, a equipe de segurança e os trabalhadores do empreendimento, sentindo-se acuados e em minoria, demoraram a abrir o portão. O Opportunity Fundo de Investimento Imobiliário reitera que dispõe de todas as licenças de órgãos competentes para a obra no terreno. E esclarece que não houve multa por parte da Secretaria de Meio Ambiente, apenas uma intimação para que a obra seja paralisada por 15 dias, para que sejam apresentados documentos, sob pena de multa no caso de não cumprimento da intimação.”

Tamanduá-mirim é flagrado próximo à região

Morador registra tamanduá-mirim no Morro da Formiga, na Tijuca, Zona Norte do Rio

Morador registra tamanduá-mirim no Morro da Formiga, na Tijuca, Zona Norte do Rio

Um morador do Morro da Formiga, que fica na região, registrou imagens de um tamanduá-mirim em uma das escadas da comunidade. O animal chamava a atenção por manter os braços abertos em vários momentos. Nas redes sociais, houve quem brincasse que ele estava se rendendo.

De acordo com o biólogo Izar Aximoff, o tamanduá mantinha essa postura por estar com medo. Segundo ele, além de abrir os braços, ele coloca as unhas para fora por se sentir ameaçado.

O tamanduá-mirim é muito comum na Floresta da Tijuca. Como existem comunidades que ocupam parte da mata, o animal acredita estar em seu próprio ambiente.

Segundo o morador, o animal conseguiu retornar à floresta.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*