Carregando...

Prefeitura do Rio deixa de exigir exame em vacinados para eventos-teste

A Prefeitura do Rio deixou de exigir, para os eventos-teste, a realização de exames para quem já completou o esquema vacinal contra a Covid.

Um decreto do prefeito Eduardo Paes (PSD) publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (14) altera as regras para que eventos, como festas ou jogos, sejam autorizados.

Antes, a pessoa devia comprovar estar em dia com a vacinação e ainda apresentar um teste negativo para o coronavírus realizado nas últimas 48 horas.

Agora, com o passaporte da vacina, o exame deixa de ser obrigatório.

Multidão aglomerada em festa autorizada pela prefeitura na Barra da Tijuca — Foto: Reprodução/TV Globo

Multidão aglomerada em festa autorizada pela prefeitura na Barra da Tijuca — Foto: Reprodução/TV Globo

Passaporte segue obrigatório

“O passaporte da vacina se mantém para todos os eventos sem exceção”, destacou o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz.

“Também é obrigatória a realização dos testes para quem não está completamente vacinado”, ressaltou.

A Prefeitura do Rio considera completamente vacinados:

  • idosos acima de 60 anos com a primeira a segunda e a dose de reforço;
  • pessoas abaixo de 59 anos com duas doses.

Segundo Soranz, hoje quem tem até 40 anos precisa comprovar ter recebido ao menos primeira dose.

Soranz afirmou que já vacinados podem contrair Covid. “Mas a probabilidade é bem menor dessa transmissão”, disse.

“A gente está acompanhando os protocolos de outras cidades. O comitê de São Paulo fez um protocolo nessa mesma linha, e a maioria dos comitês está acompanhando. Temos uma taxa de incidência de Covid bastante baixa.

“Se a gente tiver algum aumento de transmissão, algum aumento de transmissão da Covid, a gente volta nos protocolos anteriores e limita esses eventos”, pontuou.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*