Carregando...

Bebê com doença rara recebe alta depois de duas cirurgias com menos de um mês de vida, em Niterói, no RJ

Bebê com doença rara faz duas cirurgias e recebe alta de hospital em Niterói após 2 meses

Bebê com doença rara faz duas cirurgias e recebe alta de hospital em Niterói após 2 meses

Com uma doença rara, a bebê Maitê Vitória, que nasceu em setembro, já teve de lutar para sobreviver nos primeiros dias de vida. Ela precisou passar por cirurgias e, nesta sexta-feira (5), recebeu alta da maternidade do Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio.

Maitê nasceu prematura, de oito meses, com parte dos órgãos do abdômen para fora do corpo. A mãe da menina, Dácia, contou que foi um choque quando recebeu a notícia do estado da filha após o parto.

"Foi um choque. Mas depois as médicas conversaram comigo sobre cada etapa e fui me acalmando, em casa. Foram duas cirurgias. Uma logo depois que ela nasceu e outra no dia 27 de setembro, para fechar o abdômen", contou.

A primeira cirurgia foi para colocar os órgãos para dentro da cavidade abdominal. Na segunda cirurgia esse trabalho foi concluído e o abdômen fechado. A mãe de Maitê, agora, com a filha fora do hospital, faz planos para o futuro.

"Agora, é terminar meus estudos, me formar em nutrição e cuidar dela, dar um futuro melhor", disse Dácia.

O avô de Maitê, Milton, diz que foi uma bênção ver a bebê recuperada e pronta para ir para casa.

"É uma bênção. Desde o momento em que ela veio eu soube que Deus estava no comando. A última palavra é dele. Se Deus permitiu que ela viesse com vida, tinha certeza que ela ia sair dessa. Então, agora, esse momento para mim está sendo maravilhoso, esse primeiro contato que tenho com a minha neta. Agora, só tenho que agradecer", disse o avô.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*