Carregando...

Rio: Suspeito de matar empresária em Irajá é preso após tiroteio - Notícias - R7 Rio de Janeiro

Um tiroteio entre policiais e criminosos terminou com cinco presos em Irajá, na zona norte do Rio de Janeiro, no início da tarde desta quarta-feira (24). Entre os detidos, está um homem suspeito de ter participado do roubo que terminou com a morte de Selma Avelino, no último dia 18, segundo a Polícia Militar.

De acordo com informações apuradas pela Record TV Rio, o grupo tentou roubar um supermercado no bairro, quando foi interceptado pelos agentes. Eles fugiram pela rua Calmon Cabral e invadiram a casa de uma moradora para se esconder.

Três criminosos foram baleados no confronto e levados ao Hospital Municipal Getúlio Vargas, na Penha, também na zona norte. Ainda não há informações sobre estado de saúde. Outros dois tentaram fugir, mas foram capturados por agentes do 41º BPM (Irajá). Seis pistolas, carregadores, um radiocomunicador e um cinto de guarnição foram apreendidos.

Os presos eram membros de uma quadrilha especializada em roubo de veículos, segundo a Polícia Civil, e já eram monitorados pela Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis.

Selma Avelino Moraes foi morta após sofrer uma tentativa de assalto ao carro em que estava com a filha, a 500 m de casa. Ela morreu um dia antes de seu aniversário, quando completaria 52 anos. 

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*