Carregando...

Justiça decreta prisão e extradição de empresário acusado de comprar votos das Olimpíadas do Rio - Notícias - R7 Rio de Janeiro

A Justiça do Rio de Janeiro decretou, nesta quinta-feira (12), a prisão e a extradição do empresário Arthur César de Menezes Soares Filho, conhecido como Rei Arthur. Ele, que é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro, atualmente cumpre pena nos Estados Unidos por ter comprado votos para a realização das Olimpíadas no Rio em 2016.

A determinação é do juiz Marcello Rubioli, da 1ª Vara Criminal Especializada, que também ordenou o afastamento de Ângelo Ribeiro de Almeida Júnior, antigo titular da Defaz (Delegacia de Justiça Fazendária), das funções exercidas como delegado de polícia e como assessor na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio).

O magistrado determinou, ainda, busca e apreensão de aparelhos eletrônicos dos dois acusados.

A denúncia do Ministério Público estadual apontou que Arthur transferiu, através de uma de suas empresas, R$ 2 milhões a Ângelo e sua esposa para que adquirissem uma franquia de um restaurante francês em Ipanema, na zona sul da cidade.

De acordo com as investigações, o suposto empréstimo seria utilizado como moeda de troca para que os inquéritos realizados pela Defaz não fossem desfavoráveis ao empresário. Ainda segundo o MP, mesmo após o restaurante falir, Arthur não demonstrou interesse em receber o valor perdido.

O delegado é também investigado pelo MP por indícios de enriquecimento ilícito durante seu período de atuação na Defaz, de 2008 a 2015. Segundo o órgão, nestes anos, os inquéritos que tinham Arthur como alvo tramitavam sem conclusão.

Após ser afastado da delegacia,  Ângelo foi cedido à Alerj por meio do então deputado Jorge Picciani. Na Casa, ele teria impedido o andamento de investigações utilizando uma rede de influências, segundo a denúncia.

Em nota, a Polícia Civil afirmou que ainda foi notificada sobre a decisão judicial.

O R7 tenta contato com a defesa dos citados. O espaço está aberto para manifestação.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*