Carregando...

Polícia prende traficante que matou policial civil na zona norte do Rio - Notícias - R7 Rio de Janeiro

A Polícia Civil prendeu, nesta quarta-feira (22), um traficante que matou o policial civil aposentado Carlos Magno Poveda Junior em Cordovil, zona norte do Rio. Segundo a confissão do bandido na delegacia, o agente morreu em decorrência de uma suspeita de assassinato do traficante "Babi", há alguns meses. 

Ainda de acordo com o preso, conhecido como "Parazinho", ele e outros traficantes da comunidade da Tinta foram até a casa da vítima no último dia 16 de junho. O bando teria tentado levar Carlos Magno para a favela da Tinta, mas o agente reagiu e acabou sendo morto pelo grupo no portão da residência, na frente do filho.  

Com o preso, foram apreendidas drogas, uma listagem da vendas dos entorpecentes, R$30 e uma pistola. O traficante chegou a tentar ameaçar os agentes da Desarme (Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos) com a pistola. 

Além do mandado pelo assassinato, havia um mandado de prisão contra Parazinho por roubo. Ele foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e associação para o tráfico de drogas.

Durante as investigações, os agentes descobriram que, alguns meses atrás, traficantes expulsaram o inspetor da casa onde morava em Guadalupe, também na zona norte da cidade.

A Delegacia de Homicídios da Capital foi acionada e tomará as providências cabíveis em relação ao homicídio.

O inspetor Carlos Magno foi o 26º agente de segurança morto em ações violentas no estado do Rio de Janeiro, conforme apontado pelo levantamento do Instituto Fogo Cruzado.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*