Carregando...

Polícia prende casal que teria desviado mais de R$ 6 milhões de creche na Rocinha, zona sul do Rio - Notícias - R7 Rio de Janeiro

A Polícia Civil prendeu preventivamente, na tarde desta quarta-feira (3), um casal investigado pelo desvio de mais de R$ 6 milhões em verbas públicas de uma creche na Rocinha, zona sul do Rio de Janeiro. O esquema havia sido descoberto durante a Operação Desfralde, da Polícia Federal, no último dia 28.

A mulher atuava como diretora da unidade escolar que foi alvo da ação. Ela e o marido foram detidos na comunidade por agentes da 11ª DP (Rocinha), que receberam informações de moradores sobre o paradeiro do casal.

Os suspeitos recebiam, de forma fraudulenta, dinheiro do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) e do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação). Segundo as investigações, a quantia foi utilizada na compra de artigos incompatíveis com uma instituição de educação infantil, como bebidas alcoólicas, cigarros e perfumes importados, além de viagens e de remédios para a libido.

A apuração da PF começou após o Coaf (Controle de Atividades Financeiras) identificar a movimentação de R$ 6,2 milhões na conta bancária da mulher, ocorrida entre os anos de 2018 e 2021. Ela seria a principal beneficiária das transferências bancárias.

Os agentes investigam, também, se houve falsificação de documentos para forjar o número de crianças atendidas pela creche e, assim, garantir o repasse de um maior volume de verbas públicas.

O casal foi encaminhado ao sistema penitenciário, onde permanecerá à disposição da Justiça. Eles devem responder por peculato e estelionato majorado, cujas penas somadas podem chegar a 18 anos de reclusão.

A creche é privada e tem convênio com a Prefeitura do Rio. A Secretaria Municipal de Educação apoiou as investigações, de acordo com a Polícia Federal.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*