Carregando...

Vítima de tentativa de estupro no Flamengo entregou imagens do crime para a polícia: ‘Em 72 horas, a gente prendeu ele’

Vítima de tentativa de estupro no Flamengo fala sobre o crime

Vítima de tentativa de estupro no Flamengo fala sobre o crime

Claudia Oliveira, a mulher vítima de uma tentativa de estupro na noite do último sábado (13) no Flamengo, na Zona Sul do Rio, buscou pessoalmente imagens de câmeras de segurança de prédios e entregou o flagrante — desde o momento em que era perseguida — à polícia.

“Em 72 horas, a gente prendeu ele”, declarou Cláudia.

Marcus Vinícius Vieirafoi preso na terça-feira (16) por uma equipe do programa Aterro Presente. Segundo a polícia, ele confessou ter agarrado a mulher, mas trocou de roupa após violentá-la.

“Já no domingo, comecei a procurar as câmeras. Eu já tinha visto ele antes, num outro ponto. Então, deduzi que ele estava me seguindo”, disse Cláudia.

“Levantei primeiro a câmera aqui do prédio. Confirmei: ele estava me seguindo. Aí foi uma questão de tempo. Peguei outra câmera, de um edifício em construção, que era onde tinha acontecido o ato em si. Entreguei à polícia, e rapidamente a gente conseguiu prendê-lo”, descreveu.

Cláudia passeava uma cadelinha quando sofreu a abordagem e foi salva pelo segurança de uma loja, que ouviu os gritos dela de socorro. O ataque aconteceu na Rua Marquês de Abrantes.

Assustada, a cachorrinha da vítima fugiu, mas segundo familiares o animal voltou sozinho para casa.

Agressor confessou

Subcomandante do Aterro Presente, o subtenente Vargas contou como foi a prisão suspeito.

"Foi determinado que todas as guarnições tentassem localizar esse meliante. Uma guarnição, no início da noite, logrou êxito em localizar esse elemento. Ao ser abordado, a guarnição mostrou para ele o vídeo, interrogou e perguntou a ele se ele era a pessoa do vídeo", detalhou o oficial.

"Ele confessou que era ele realmente, apesar de estar vestindo outras roupas. Ele foi conduzido à 9ª DP (Catete), foi feito contato com a vítima, que o reconheceu na delegacia como sendo o autor da violência contra ela", acrescentou o subtenente.

Ainda de acordo com a polícia, há relatos nas redes sociais a respeito dele, que teria tentado estuprar outras mulheres não só no Flamengo, mas também em Botafogo, na Zona Sul, nas últimas semanas.

O homem já tinha passagens pela polícia por tráfico de drogas e porte ilegal de arma.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar