Carregando...

Família acusa hospital de demora na realização de exames de mulher internada em UTI de RR

Edimeia Moraes de Paula, de 40 anos, sofreu um AVC no dia 12 de setembro — Foto: Arquivo Pessoal

Edimeia Moraes de Paula, de 40 anos, sofreu um AVC no dia 12 de setembro — Foto: Arquivo Pessoal

A família da atendente de supermercado Edimeia Moraes de Paula, de 40 anos, denunciou ao g1 o atraso na realização de um exame necessário para o tratamento dela. A paciente sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e está internada há nove dias na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Geral de Roraima (HGR).

Edimeia deu entrada na unidade no último dia 12 de setembro, e por conta do AVC, precisa fazer um exame chamado arteriografia, para verificar se há lesões ou alterações na circulação de sangue e vasos sanguíneos.

A cunhada dela, a técnica de enfermagem Thiciane Maciel, de 38 anos, contou que Edimeia precisaria passar primeiro por um exame dos rins, que só foi feito nesta terça-feira (21). No entanto, a família não recebeu previsão de quando será realizada a arteriografia.

Além do atraso nos exames, a cunhada também alega que o neurologista responsável pelo tratamento de Edimeia, nunca entrou em contato com a família para dar informações sobre o estado de saúde dela.

"Ela foi internada pelo neurologista, sendo que ele nunca veio até a família pra nos falar da real situação da Edimeia. Todos os dias vai alguém visitar e ela está sempre do mesmo jeito. Dez dias e não há nenhum progresso".

Thiciane relata também que Edimeia está com a taxa de triglicerídeos alta e não foi feito controle. Além disso, não consegue abrir o olho direito, está perdendo as funções cognitivas e aparenta estar sempre "desorientada".

"Ela está numa UTI, de cuidados intensivos, por qual motivo ainda não foram feitos exames? Por que o neurologista ainda não falou anda para esclarecer para a família o que está acontecendo?", complementou.

Procurada, a Secretária de Saúde de Roraima (Sesau) informou que o exame de arteriografia "está sendo realizado e que os pacientes internados estão sendo atendidos sem alteração, por meio da realização do exame pela clínica credenciada ao SUS".

A Sesau disse ainda que Edimeia está sendo acompanhada pela equipe multiprofissional do HGR, com avaliação do neurologista e sendo preparada para a realizar o exame, pois caso seja necessário, será reavaliada.

Por fim, a Secretaria afirmou que o boletim médico é informado diariamente pelo médico da UTI, o qual "todos os dias repassa as informações aos familiares".


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*