Carregando...

Cão reforça equipe do Corpo de Bombeiros do Sul de SC em buscas a pessoas desaparecidas

Cão Bono poderá atuar em operações de resgate de pessoas desaparecidas em SC— Foto: Eduardo de Souza / CBMSC

Cão Bono poderá atuar em operações de resgate de pessoas desaparecidas em SC — Foto: Eduardo de Souza / CBMSC

O 4º Batalhão de Bombeiros Militar, com sede em Criciúma, no Sul catarinense, ganhou um reforço canino para buscas de pessoas desaparecidas. O cão Bono, dupla do cabo Matheus Premoli, passam a integrar um grupo com 12 binômios que está certificado para este tipo de atuação no estado.

"É muito emocionante e gratificante termos um cão de busca certificado aqui no Sul do estado. Quem está de fora não sabe o quão trabalhoso é formar um cão, e nada disso seria possível sem ter o apoio dos meus amigos, que considero minha segunda família", conta o cabo Premoli, sobre a preparação de Bono.

O binômio, dupla entre bombeiro militar e cão de busca, atua no quartel de Araranguá, também Sul do estado, e passou pelas provas de certificação que ocorreram durante a semana passada na Floresta Nacional de Três Barras, na mesma região.

Cabo Premoli e Bono atuam em Araranguá (SC) — Foto: Eduardo de Souza / CBMSC

Cabo Premoli e Bono atuam em Araranguá (SC) — Foto: Eduardo de Souza / CBMSC

A dupla foi aprovada em provas específicas e, a partir de agora, pode atuar tanto na busca por pessoas vivas desaparecidas, quanto por corpos.

“O intuito é que todos os batalhões de bombeiros militares tenham cães de busca ativos, para aumentar a atuação da cinotecnia pelo estado. As grandes ocorrências, como Brumadinho ou Presidente Getúlio, destacam a agilidade que o trabalho com cães traz nessas situações, com respostas aos familiares das vítimas. Por isso, ter mais um cão de busca ativo em Santa Catarina é algo importante”, explica o presidente da Coordenadoria de Busca, Resgate e Salvamento com Cães, tenente-coronel Walter Parizotto.

Para a certificação, foram 42 provas em dois dias, para 26 binômios. Doze binômios eram de Santa Catarina, além de bombeiros militares e cães do Amapá, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná.

Certificação para atuar nas missões veio após a realização de 42 provas— Foto: Eduardo de Souza / CBMSC

Certificação para atuar nas missões veio após a realização de 42 provas — Foto: Eduardo de Souza / CBMSC

VÍDEOS: Mais assistidos do G1 SC nos últimos dias

200 vídeos

Veja mais notícias do estado no G1 SC


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*