Carregando...

PF deflagra terceira fase da Operação Alcatraz e cumpre 6 mandados em SC

Polícia Federal, sede em Florianópolis — Foto: André Zanfonatto/NSC TV

Polícia Federal, sede em Florianópolis — Foto: André Zanfonatto/NSC TV

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (14) a terceira fase da Operação Alcatraz, que investiga supostos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro em Santa Catarina. A ação, batizada de "Obstrução", cumpre cinco mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva em Florianópolis e em São José, na Grande Florianópolis.

Segundo a PF, o objetivo desta fase é identificar integrantes da organização criminosa e colher novos elementos de provas. A ação foi autorizada pela Justiça Federal da Capital e é resultado do que foi apurado nas apreensões e investigações da Operação "Hemorragia", deflagrada em janeiro deste ano.

Os investigados poderão responder por crimes previstos na Lei de Lavagem de Dinheiro e na Lei de Organizações Criminosas. Os nomes dos alvos não foram divulgados pela polícia.

LEIA TAMBÉM:

  • Alcatraz: deputado Julio Garcia, presidente da Alesc, tem prisão domiciliar decretada
  • PF deflagra segunda fase da Operação Alcatraz em SC
  • Justiça condena três envolvidos na Operação Alcatraz

Investigação

Segundo a Polícia Federal, o inquérito policial da ação desta quinta teve início após a apreensão de bens, documentos e equipamentos eletrônicos na residência de um dos investigados nos autos da Operação "Hemorragia".

As provas colhidas, segundo os agentes, mostraram que há fortes indícios de que o investigado continuava envolvido com a prática de crimes, especialmente lavagem de dinheiro.

Apesar de preso desde a primeira fase da operação, o indiciado, segundo a PF, contou com auxílio da esposa, que teria quitado, de forma suspeita, despesas elevadas em espécie e mediante utilização de cheque de terceiro, bem como teria ocultado a propriedade de um veículo.

Nos telefones apreendidos, a PF encontrou conversas que demonstram que os investigados contavam com o auxílio externo para busca de valores com terceiros para quitação de dívidas.

"Também foram apontadas evidências de que o indiciado havia descumprido condição estabelecida para o cumprimento temporário da prisão em sua residência, vindo a manter contato com outro investigado", informou a PF em nota.

Operação Alcatraz

A primeira fase da operação Alcatraz foi deflagrada em maio de 2019, mas as investigações tiveram início em julho de 2018. O objetivo era combater fraudes a licitações e desvios de recursos públicos ligados a contratos de prestação de serviços de mão de obra terceirizada e do ramo de tecnologia.

Desde então, a Polícia Federal descobriu outras irregularidades em contratos na gestão pública estadual e deflagrado outras ações.

VÍDEOS: Veja os destaques do g1 SC no BDSC

160 vídeos

Veja mais notícias do estado no G1 SC


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*