Carregando...

Condenado, ex-prefeito em SC é autorizado pelo STJ a disputar eleições de 2022

Com a decisão favorável, Eccel teve a condição de elegibilidade restabelecida— Foto: Alesc/ Divulgação

Com a decisão favorável, Eccel teve a condição de elegibilidade restabelecida — Foto: Alesc/ Divulgação

Uma decisão liminar do Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu ao ex-prefeito de Brusque Paulo Eccel (PT) o direito de disputar as Eleições 2022. Ele foi condenado a dois anos de prisão, no final de 2021, por crime de responsabilidade em obra envolvendo uma pista de aeromodelismo.

O documento foi assinado pelo ministro Jorge Mussi, presidente em exercício do STJ, em 31 de julho.

  • Compartilhe no WhatsApp
  • Compartilhe no Telegram

O crime aconteceu em 2015, quando Eccel era prefeito do município. O petista recorreu ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), mas teve a condenação mantida em julgamento na quinta-feira (28).

Eccel ficou com os direitos políticos cassados, o que o impediria de disputar uma cadeira no Alesc, como estava nos planos dele.

A defesa do político, comandada pelo escritório de advocacia Ferreira & Schaeffer Martins, então, entrou com um recurso junto ao STJ e conseguiu a liminar em pedido de habeas corpus, "mantendo sua condição de elegibilidade para o pleito de outubro próximo possibilitando a homologação de sua candidatura a Deputado Estadual pelo Partido dos Trabalhadores", escreveram, em nota.

Eccel teve a condição de elegibilidade restabelecida até que o caso seja discutido no mérito dentro do STJ, o que deve ocorrer nos próximos meses. O petista, então, conseguirá fazer o registro neste mês para disputar uma cadeira na Assembleia.

VÍDEOS: mais assistidos do g1 SC nos últimos 7 dias

200 vídeos

Veja mais notícias do estado no g1 SC


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*