Carregando...

Biomédico deve responder por estelionato após concessionária acionar polícia por fraude em energia elétrica

Contador de energia apresentou indícios de fraude e foi levado para perícia — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Contador de energia apresentou indícios de fraude e foi levado para perícia — Foto: Redes Sociais/Reprodução

A Polícia Civil continua as investigações a respeito do furto de energia em um laboratório clínico no bairro Jardim Santarém, em Santarém, no oeste do Pará. O proprietário da empresa foi levado à delegacia na quinta-feira (4) e deve responder por estelionato, caso seja constatada a fraude em equipamentos que contabilizam o consumo de energia.

  • Compartilhe esta notícia no WhatsApp
  • Compartilhe esta notícia no Telegram

De acordo com o delegado de repressão a roubos, Gilvan Almeida, equipes da concessionária de energia elétrica estavam substituindo equipamentos na área onde o laboratório está localizado perceberam divergências no consumo do estabelecimento.

Depois de constatar a irregularidade, a polícia foi acionada e fez a condução à delegacia do proprietário do laboratório. Já na delegacia, ele contou a polícia que havia um dispositivo eletrônico no relógio contador.

O equipamento passou por análise ainda no local e foi trocado por outro, depois foi encaminhado à perícia para laudo técnico do Centro de Perícias Renato Chaves. Depois de ser ouvido, um inquérito por portaria foi instaurado e o biomédico liberado.

O g1 entrou em contato com o laboratório e pediu posicionamento em relação a possível fraude. Até a última atualização desta reportagem não houve retorno.

A concessionária informou que o furto de energia é um procedimento criminoso, representa grandes riscos à população e às instalações, além de gerar enormes prejuízos à sociedade como um todo.

Um levantamento feito pela empresa apontou que, desde janeiro de 2020, foram realizadas mais de 175 mil regularizações de instalações elétricas em todo o estado. No primeiro trimestre de 2021, já foram regularizadas quase 70 mil instalações que se encontravam em situação de desvio de energia no Pará.

VÍDEOS: Mais vistos do G1 Santarém e Região

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*