Carregando...

Prefeito de Matão, Adauto Scardoelli, morre aos 67 anos após um mês internado

Prefeito de Matão, Adauto Aparecido Scardoelli (PT), morreu aos— Foto: Deivide Leme/Arquivo

Prefeito de Matão, Adauto Aparecido Scardoelli (PT), morreu aos — Foto: Deivide Leme/Arquivo

O prefeito de Matão (SP), Adauto Aparecido Scardoelli (PT), morreu na noite de sexta-feira (4), um mês após ser internado no Hospital Carlos Fernando Malzoni.

De acordo com o boletim médico, Adauto, de 67 anos, sofreu uma parada cardiorrespiratória em decorrência de um infarto agudo no miocárdio e faleceu às 22h35.

Ele estava internado desde o dia 5 de maio, quando passou por uma cirurgia abdominal de emergência para tratamento de diverticulite, uma inflamação na parede interna do intestino.

No dia 22 de maio passou por uma nova cirurgia para tratar de pontos de infecção. Na quarta-feira (2), um exame detectou a presença de úlcera gástrica.

Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), respirando artificialmente por suporte ventilatório mecânico.

Velório, cortejo e enterro

O velório será na Câmara Municipal neste sábado (5), das 11h às 14h, e seguirá as normas sanitárias por causa da Covid-19, sendo fechado ao público e restrito a familiares, não terá público.

O corpo será levado a um cortejo no caminhão do Corpo de Bombeiros, saindo da Câmara Municipal até o Cemitério Municipal onde será enterrado. A prefeitura decretou luto oficial de 3 dias.

Trajetória

Adauto, que era natural de Tabatinga, deixa esposa e 4 filhos. Ele também era advogado e foi eleito prefeito por quatro mandatos.

Na eleição de novembro do ano passado, Adauto foi eleito com 18.410 votos, 44,42% dos votos válidos.

O vice Cido Ferrari (PT), de 63 anos, deve assumir a prefeitura.

*Com informações do A Cidade ON Araraquara

Veja mais notícias da região no G1 São Carlos e Araraquara


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*