Carregando...

Araçatuba: vídeo mostra abordagem a personal usado como escudo humano e morto por quadrilha que atacou bancos

Márcio Victor morreu após ser baleado durante mega-assalto em Araçatuba— Foto: Reprodução/TV TEM

Márcio Victor morreu após ser baleado durante mega-assalto em Araçatuba — Foto: Reprodução/TV TEM

Uma câmera de segurança de um comércio de Araçatuba (SP) flagrou o momento em que o personal trainer usado como escudo humano e morto a tiros foi abordado por integrantes da quadrilha que atacou agências bancárias.

As imagens mostram quando um criminoso armado aborda uma picape e exige que Márcio Victor Possa da Silva saía do veículo. Em seguida, outro bandido chega ao local e eles apontam a arma para a vítima, que ergue os braços e a camiseta.

  • Moradores começam a retomar rotina após mega-assalto
  • Pai acredita que personal foi executado por não se segurar em capô: 'Dez tiros'
  • Após mais de 30 horas, bombas deixadas por quadrilha são detonadas

Em seguida, um dos bandidos o leva para longe do veículo. Enquanto isso, a passageira da picape continua no local.

Câmera de segurança flagrou abordagem a personal trainer vítima de ataque em Araçatuba

Câmera de segurança flagrou abordagem a personal trainer vítima de ataque em Araçatuba

O circuito de segurança também flagrou clarões, que são de disparos efetuados pelos criminosos (veja o vídeo acima).

O pai da vítima, Genival José da Silva disse que, por imagens gravadas por moradores de prédios de Araçatuba, conseguiu reconhecer Márcio enquanto era usado como escudo humano (veja vídeo abaixo).

“Pela imagem que vi, ele está no primeiro carro. Tem um em cima, e ele está embaixo, no capô. Quando os bandidos foram saindo para ir embora, ele foi como escudo humano. Acredito que ele caiu, não aguentou segurar, ou viu a oportunidade e tentou fugir, mas foi baleado por dez tiros”, disse.

Reféns são colocados em cima de carros durante ataque a bancos em Araçatuba, SP

Reféns são colocados em cima de carros durante ataque a bancos em Araçatuba, SP

Tio de Márcio, o advogado Jaime José da Silva, conta que o sobrinho voltava de um evento com duas amigas quando foi surpreendido e abordado pela quadrilha fortemente armada.

“Eles tiraram meu sobrinho do carro. Somente as meninas foram liberadas. Pelo local em que o corpo foi encontrado, chegamos à conclusão de que ele não se segurou. Os bandidos pararam e atiraram. Foram dez orifícios de entrada, salvo engano, e nove de saída”, afirmou Jaime.

Além de Márcio Victor, o comerciante Renato Bortolucci também morreu no ataque. De acordo com a polícia, a principal suspeita é de que Renato tenha sido morto enquanto filmava a ação da quadrilha. O caso ainda está em investigação.

Segundo a Polícia Militar, o criminoso morto durante troca de tiros foi identificado como Jorge Carlos de Melo, de 39 anos. Além das vítimas, cinco pessoas ficaram feridas, foram socorridas e encaminhadas à Santa Casa.

Terror em Araçatuba: saiba como foi o mega-assalto a agências bancárias

Terror em Araçatuba: saiba como foi o mega-assalto a agências bancárias

Como foi o ataque

Pelo menos 20 criminosos participaram da ação. Eles chegaram à região central de Araçatuba por volta da meia noite desta segunda-feira (30), usaram moradores como escudo humano e espalharam explosivos.

Veículos foram queimados em vários pontos do município e da região para impedir a chegada da polícia. Drones também foram usados pela quadrilha para monitorar a ação da Polícia Militar.

Vídeos de câmeras de segurança mostram moradores em cima de carros, enquanto a quadrilha foge em alta velocidade. Uma das vítimas colocadas sobre um dos veículos, e que não quis se identificar, relatou momentos de terror e insegurança.

“Na hora que me colocou no capô do carro, ele ainda falou: 'se você soltar, se você se jogar, eu paro o carro e dou um tiro na sua cara'. Acho que eu nunca segurei num lugar tão forte igual eu segurei aquela hora. Eles passavam em lombada, passavam em depressão da rua, e o carro pulava, e eu segurando", disse.

De acordo com a Polícia Militar, explosivos foram encontrados nas ruas, nos bancos, em carros abandonados e em um caminhão deixado perto das agências bancárias.

Após mais de 30 horas de trabalho, equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) desarmaram e detonaram todos os 98 artefatos em um aterro sanitário do bairro Água Branca. Um vídeo mostra os explosivos sendo detonados (veja abaixo).

Gate destrói explosivos espalhados por quadrilha em Araçatuba

Gate destrói explosivos espalhados por quadrilha em Araçatuba

Com a retirada das bombas, ruas e avenidas foram liberadas nesta terça-feira (31). Alguns comerciantes aproveitaram para reabrir as portas. As aulas nas escolas da rede municipal e estadual serão retomadas nesta quarta-feira (1º).

De acordo com a Prefeitura de Araçatuba, a vacinação contra a Covid-19 também voltará a ser feita no Multi Shop, assim como a circulação do transporte público na região central do município.

Agências atacadas

Araçatuba: assaltantes atacam 3 agências bancárias e espalham explosivos na cidade — Foto: Arte G1

Araçatuba: assaltantes atacam 3 agências bancárias e espalham explosivos na cidade — Foto: Arte G1

Duas agências bancárias foram assaltadas. Em uma delas, que funciona como uma tesouraria regional, os criminosos tiveram acesso ao cofre subterrâneo. Na outra, a quadrilha atacou os caixas eletrônicos. A terceira agência foi apenas danificada. O valor levado não foi divulgado.

Depois atacar as agências bancárias e trocar tiros com a Polícia Militar, a quadrilha fugiu em direção ao bairro Engenheiro Taveira, onde também roubou veículos de moradores.

Buscas

Policiais civis, militares e federais fizeram buscas pelos criminosos durante toda a tarde de segunda-feira. Em uma mata localizada entre os municípios de Bilac e Gabriel Monteiro (SP), foram encontrados sete carros usados pela quadrilha.

Carros usados por criminosos durante mega-assalto são encontrados abandonados em mata

Carros usados por criminosos durante mega-assalto são encontrados abandonados em mata

De acordo com a Polícia Militar, um veículo com vidro do passageiro adaptado para tiros serem disparados foi encontrado.

"O veículo é de grande porte. Possivelmente, eles deixaram um calibre.50, que é uma arma de guerra, fixado em um tripé. O buraco serve para colocar o cano arma para o lado de fora. Os bandidos conseguem atirar de dentro do carro. Eles ficam protegidos porque o veículo é blindado", afirma o capitão Alexandre Tropaldi.

Um ônibus abandonado com tambores de gasolina também foi encontrado próximo ao pedágio de Glicério (SP). A suspeita é de que o combustível tenha sido usado pelos criminosos para atear fogos em veículos na Rodovia Marechal Rondon.

Bandidos fizeram um buraco no vidro para colocar fuzil em Araçatuba— Foto: Arquivo pessoal

Bandidos fizeram um buraco no vidro para colocar fuzil em Araçatuba — Foto: Arquivo pessoal

Prisões

Até a manhã desta quarta-feira (1), cinco pessoas suspeitas de participarem do crime tinham sido presas. Em Araçatuba, um casal foi levado à delegacia da Polícia Federal, onde segue à disposição da Justiça. O homem e a mulher são suspeitos de atuarem como olheiros durante a ação da quadrilha.

Em Campinas (SP), um homem foi preso por policiais da Divisão Especializada de Investigações Criminais (DEIC). Em seguida, encaminhado à sede da Polícia Federal de Araçatuba.

Em Piracicaba (SP), dois homens com ferimentos provocados por arma de fogo e considerados suspeitos estão internados na Santa Casa. Um deles foi atingido no abdome e está inconsciente. O outro foi baleado no braço esquerdo e está consciente.

Foto mostra suspeito de participar do mega-assalto com o braço esquerdo ferido— Foto: Arquivo Pessoal

Foto mostra suspeito de participar do mega-assalto com o braço esquerdo ferido — Foto: Arquivo Pessoal

Veja mais notícias da região no G1 Rio Preto e Araçatuba

VÍDEOS: veja imagens do ataque a bancos em Araçatuba

15 vídeos

ATAQUE A BANCOS EM ARAÇATUBA (SP)

  • Criminosos assaltam agências bancárias e fazem moradores reféns

  • Bandidos utilizaram drones e explosivos com sensores

  • 'Implorei pela minha vida', diz vítima

  • Flagrante mostra bandido armando explosivo em calçada

  • Criminosos usaram vítimas como escudo em carros

  • Morto por quadrilha filmava fuga de bandidos quando foi baleado

  • Jovem tem pés amputados ao acionar explosivo deixado por criminosos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias

Calendar