Carregando...

Comerciante que filmava mega-assalto de Araçatuba foi aconselhado a sair do local: 'Não sabia a proporção', diz amigo

Renato Bortolucci filmava ação de quadrilha quando foi morto em Araçatuba (SP) — Foto: Arquivo pessoal

Renato Bortolucci filmava ação de quadrilha quando foi morto em Araçatuba (SP) — Foto: Arquivo pessoal

O comerciante Renato Bortolucci, de 38 anos, morto pela quadrilha que espalhou explosivos e usou reféns como escudo humano para atacar agências bancárias de Araçatuba (SP), foi orientado a sair do local após gravar e enviar vídeos da ação dos criminosos.

O advogado Jair Ferreira Moura, amigo de longa data da vítima, relata que Renato Bortolucci estava perto das agências agências bancárias, que ficam na região central da cidade, quando percebeu a movimentação dos ladrões.

“A rua que o Renato estava é de mão única. Ele seguiu, encostou o carro, fez a filmagem e mandou para um grupo que temos. O pessoal começou a pedir para o Renato sair. Acho que ele fez o áudio, dizendo que tinha sido atingido, em tom de brincadeira.”

Jair diz que o comerciante foi surpreendido por um criminoso, baleado com um tiro de fuzil e não resistiu aos ferimentos.

“O que ficamos sabendo é que o Renato foi andando. Porém, surgiu um bandido atrás. Ele pediu para o Renato descer e tirar a camiseta. O Renato tentou engatar a ré, mas o bandido efetuou um disparo, que entrou pelo braço esquerdo e saiu pelo lado direito. A bala atravessou órgãos vitais.”

Depois do mega-assalto ser registrado, surgiram boatos sobre Renato ter deixado a esposa em casa e voltado para gravar a ação da quadrilha.

“Essa informação não procede. A esposa estava no rancho, com as filhas. Inclusive, o Renato estava indo para o rancho. Acho que ele não sabia a proporção que foi o assalto. Temos a impressão que o Renato achou que era um assalto comum”, diz Jair.

O corpo do comerciante foi sepultado na última terça-feira (31), no Cemitério Recanto de Paz, em Araçatuba. Familiares, amigos e conhecidos da vítima acompanharam a cerimônia.

“A esposa está sob medicamentos. A filha pequena não entende o motivo. O Renato tinha o coração gigante. Tirava as coisas dele para dar para os amigos. Estava próximo de realizar o sonho de entrar em uma faculdade e se tornar advogado. É uma perda irreparável”, lamenta Jair.

O ataque

Terror em Araçatuba: saiba como foi o mega-assalto a agências bancárias

Terror em Araçatuba: saiba como foi o mega-assalto a agências bancárias

Pelo menos 20 criminosos participaram da ação. Eles chegaram à região central de Araçatuba por volta da meia noite de segunda-feira (30).

Veículos foram queimados em vários pontos do município e da região para impedir a chegada da Polícia Militar. Drones também foram usados pela quadrilha para monitorar a ação e ajudar na fuga.

Vídeos de câmeras de segurança mostram moradores em cima de carros, enquanto a quadrilha foge em alta velocidade. Uma das vítimas colocadas sobre um dos veículos não quis se identificar, mas relatou momentos de terror e insegurança.

“Na hora que me colocou no capô do carro, ele ainda falou: 'se você soltar, se você se jogar, eu paro o carro e dou um tiro na sua cara'. Acho que eu nunca segurei num lugar tão forte igual eu segurei aquela hora. Eles passavam em lombada, passavam em depressão da rua, e o carro pulava, e eu segurando", disse.

Reféns foram colocados em cima de carros durante ataque a bancos em Araçatuba, SP

Reféns foram colocados em cima de carros durante ataque a bancos em Araçatuba, SP

De acordo com a Polícia Militar, explosivos foram encontrados nas ruas, nos bancos, em carros abandonados e em um caminhão deixado perto das agências bancárias.

Equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) atuaram durante mais de 30 horas para desarmar e detonar todos os 98 artefatos em um aterro sanitário do bairro Água Branca.

Gate destrói explosivos espalhados por quadrilha em Araçatuba

Gate destrói explosivos espalhados por quadrilha em Araçatuba

Com a retirada das bombas, ruas e avenidas foram liberadas na terça-feira (31). As aulas nas escolas da rede municipal e estadual, a vacinação contra Covid-19 e a circulação do transporte público foram retomadas nesta quarta-feira (1º).

Comerciantes também reabriram as portas. Alguns contabilizam o prejuízo que sofreram, porque os tiros disparados pela quadrilha acertarem vitrines e danificaram mercadorias.

Agências atacadas

Araçatuba: assaltantes atacam 3 agências bancárias e espalham explosivos na cidade — Foto: Arte G1

Araçatuba: assaltantes atacam 3 agências bancárias e espalham explosivos na cidade — Foto: Arte G1

Duas agências bancárias foram assaltadas. Em uma delas, que funciona como uma tesouraria regional, os criminosos tiveram acesso ao cofre subterrâneo. Na outra, a quadrilha atacou os caixas eletrônicos. A terceira agência foi apenas danificada. O valor levado não foi divulgado.

Depois atacar as agências bancárias e trocar tiros com a Polícia Militar, a quadrilha fugiu em direção ao bairro Engenheiro Taveira, onde também roubou veículos de moradores.

Além de Renato Bortolucci, o personal trainer Márcio Victor Possa da Silva, de 34 anos, foi morto durante a ação dos criminosos. O pai de Márcio acredita que o filho tenha sido usado como escudo humano.

“Pela imagem que vi, ele está no primeiro carro. Tem um em cima, e ele está embaixo, no capô. Quando os bandidos foram saindo para ir embora, ele foi como escudo humano. Acredito que ele caiu, não aguentou segurar, ou viu a oportunidade e tentou fugir, mas foi baleado por dez tiros”, disse Genival, pai do personal trainer.

Buscas e prisões

Policiais civis, militares e federais ainda fazem buscas pelos integrantes da quadrilha. Veículos usados durante o crime foram localizados e apreendidos.

Carros usados por criminosos durante mega-assalto são encontrados abandonados em mata

Carros usados por criminosos durante mega-assalto são encontrados abandonados em mata

De acordo com a Polícia Militar, um veículo com vidro do passageiro adaptado para tiros serem disparados foi encontrado.

"O veículo é de grande porte. Possivelmente, eles deixaram um calibre.50, que é uma arma de guerra, fixado em um tripé. O buraco serve para colocar o cano arma para o lado de fora. Os bandidos conseguem atirar de dentro do carro. Eles ficam protegidos porque o veículo é blindado", afirma o capitão Alexandre Tropaldi.

Um ônibus abandonado com tambores de gasolina também foi encontrado próximo ao pedágio de Glicério (SP). A suspeita é de que o combustível tenha sido usado pelos criminosos para atear fogos em veículos na Rodovia Marechal Rondon.

Bandidos fizeram um buraco no vidro para colocar fuzil em Araçatuba— Foto: Arquivo pessoal

Bandidos fizeram um buraco no vidro para colocar fuzil em Araçatuba — Foto: Arquivo pessoal

Até as 17h desta quarta-feira (31), cinco pessoas suspeitas de participarem do crime tinham sido presas. Em Araçatuba, um casal foi levado à delegacia da Polícia Federal, onde segue à disposição da Justiça. O homem e a mulher são suspeitos de atuarem como olheiros durante a ação da quadrilha.

Em Campinas (SP), um homem foi preso por policiais da Divisão Especializada de Investigações Criminais (DEIC). Em seguida, encaminhado à sede da Polícia Federal de Araçatuba.

Em Piracicaba (SP), dois homens com ferimentos provocados por arma de fogo e considerados suspeitos estão internados na Santa Casa. Um deles foi atingido no abdome e está inconsciente. O outro foi baleado no braço esquerdo e está consciente.

Foto mostra suspeito de participar do mega-assalto com o braço esquerdo ferido— Foto: Arquivo Pessoal

Foto mostra suspeito de participar do mega-assalto com o braço esquerdo ferido — Foto: Arquivo Pessoal

Veja mais notícias da região no G1 Rio Preto e Araçatuba

VÍDEOS: veja imagens do ataque a bancos em Araçatuba

15 vídeos

ATAQUE A BANCOS EM ARAÇATUBA (SP)

  • Criminosos assaltam agências bancárias e fazem moradores reféns

  • Bandidos utilizaram drones e explosivos com sensores

  • 'Implorei pela minha vida', diz vítima

  • Flagrante mostra bandido armando explosivo em calçada

  • Criminosos usaram vítimas como escudo em carros

  • Morto por quadrilha filmava fuga de bandidos quando foi baleado

  • Jovem tem pés amputados ao acionar explosivo deixado por criminosos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar