Carregando...

Barragem de Ilha Solteira opera abaixo do volume útil, diz ONS

Estiagem provocou queda no nível do rio em Ilha Solteira (SP) — Foto: Jewison Cabral/TV TEM

Estiagem provocou queda no nível do rio em Ilha Solteira (SP) — Foto: Jewison Cabral/TV TEM

A Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira (SP) opera nesta quarta-feira (15) em 0% do volume considerado útil para não afetar a navegação no canal de Pereira Barreto, de acordo com dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Durante o período da manhã, o reservatório da usina marcou -1,09%. Apesar do volume negativo, a unidade opera normalmente.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) disse que os dados divulgados no site do operador sobre a usina têm como referência o volume útil, definido na outorga da Agência Nacional de Águas (ANA), que considera a cota de 323 metros para não interromper o funcionamento da hidrovia Tietê-Paraná.

Sobre o volume negativo, o operador frisou que significa que o volume de água está abaixo desta cota mínima para utilização da hidrovia, mas não significa que o reservatório da usina esteja vazio.

De acordo com a CTG Brasil, concessionária responsável pela usina, o local é projetado para operar até o nível de 314 metros, mas para manter a operação do canal Pereira Barreto sem restrições, a cota mínima de operação pode chegar até 323 metros.

Nesta quarta-feira, o reservatório está dentro do nível mínimo estabelecido pelos órgãos reguladores, sendo correspondente a 0% do volume armazenado, se considerado o nível mínimo de 323 metros. Se considerar o nível de 314 metros, o volume correspondente é de 56,72% do total do reservatório.

Em nota, a CTG Brasil também disse que a usina integra o Sistema Interligado Nacional (SIN) e tem a sua operação coordenada pelo ONS, conforme procedimentos aprovados pela Agência Nacional de Energia Hidrelétrica (ANEEL).

Usina hidrelétrica de Ilha Solteira

A usina, construída no Rio Paraná, é a maior do Estado de São Paulo e a terceira maior em operação do Brasil.

De acordo com a empresa CTG Brasil, responsável pelas operações da usina, a potência instalada é de 3.444 megawatts, com 20 unidades geradoras.

A barragem tem 5.605 metros de comprimento, com reservatório de 1.195 quilômetros quadrados de extensão.

Veja mais notícias da região no G1 Rio Preto e Araçatuba

VÍDEOS: veja as reportagens da região


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar