Carregando...

Com chuva forte, CGE põe cidade de SP em estado de atenção e alerta para riscos de alagamentos e queda de árvores

Ventania e chuva forte na Mooca, Zona Leste de SP

Ventania e chuva forte na Mooca, Zona Leste de SP

O Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da Prefeitura de São Paulo alertou para a possibilidade de alagamentos em toda a capital paulista na tarde desta quinta-feira (14). No início da noite, a cidade estava em estado de atenção. Além disso, há o risco de queda de árvores nos próximos dias.

De acordo com o órgão, as Zonas Oeste, Sudeste e Sul, o Centro e a Marginal Pinheiros estão em estado de atenção para possíveis enchentes. Ainda há potencial para queda de granizo.

Tempo encoberto é visto no Jardim Íris, Zona Norte de São Paulo, na tarde desta quinta-feira (14)— Foto: Gustavo Honório/g1

Tempo encoberto é visto no Jardim Íris, Zona Norte de São Paulo, na tarde desta quinta-feira (14) — Foto: Gustavo Honório/g1

As fortes chuvas vêm dos municípios de Mairiporã e Guarulhos e atuam com maior intensidade na Zona Norte e em toda Zona Leste de São Paulo.

"Nos próximos dias um sistema de baixa pressão, associado a uma frente fria no oceano, organiza as instabilidades sobre o Estado de São Paulo, provocando chuvas generalizadas, rajadas de vento e declínio das temperaturas", informaram os meteorologistas do CGE.

Risco de queda de árvores nos próximos dias

A Defesa Civil do Estado alerta que, entre sexta-feira (15) e terça-feira (19), há previsão de chuvas intensas, com momentos de tempestade, em grande parte do estado.

Na sexta, segundo CGE "a propagação de um sistema de baixa pressão provoca chuvas na forma de pancadas generalizadas entre a tarde e o decorrer da noite com raios, rajadas de vento e elevado potencial para alagamentos e queda de árvores" na capital.

Apesar disso, o dia começa com sol. A temperatura pode variar entre 18°C e 28°C e a umidade do ar deve chegar aos 40%.

Já no sábado (16), a previsão é de que o tempo esteja fechado e chuvoso em razão da propagação de uma frente fria pelo oceano que se junta às instabilidades.

Deve haver períodos de melhoria, mas, segundo o CGE, as temperaturas não sobem muito: mínimas em torno dos 17°C e máximas de 25°C. Também haverá risco para formação de alagamentos e queda de árvores.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*