Carregando...

SP decide priorizar vacinação de crianças com comorbidades - Notícias - R7 São Paulo

A cidade de São Paulo decidiu priorizar as crianças com comorbidades, deficiência física e as indígenas aldeadas no começo da vacinação da faixa etária dos 5 aos 11 anos contra Covid-19, previsto para a próxima segunda-feira (17). Os pais terão de apresentar atestado médico, receita ou exames que comprovem a condição das crianças com comorbidades e deficiência. 

O primeiro lote de vacinas da Pfizer chegou ao Brasil na madrugada desta quinta-feira (13) com 1,2 milhão de doses. A expectativa é que sejam entregues 4,3 milhões de doses pediátricas no mês de janeiro, mais 7,2 milhões em fevereiro e 8,4 milhões em março. Para as crianças, o esquema vacinal prevê duas doses com intervalo de oito semanas.

Segundo o secretário secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, a capital deve receber 60 mil doses de imunizantes nesta sexta-feira (14), que serão distribuídas às UBSs (Unidade Básica de Saúde). 

A procura no estado deve ser grande. Apenas 24h depois da abertura do pré-cadastro das crianças na plataforma Vacina Já, o governo estadual informou ter recebido mais de 230 mil inscrições. O cadastro é opcional, para agilizar o atendimento. 


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*