Carregando...

Diretor da Gaviões que espancou carnavalesco é preso em São Paulo - Notícias - R7 São Paulo

A polícia de São Paulo prendeu na quarta-feira (11) o diretor do barracão da Gaviões da Fiel, Thiago Carlos Dionísio, de 38 anos. Ele é suspeito de agredir o carnavalesco Zilkson da Silva Reis, de 42 anos, que teria supostamente estuprado a namorada do diretor do barracão.

Policiais da 2º Delegacia do Bom Retiro cumpriram o mandado de prisão temporária do agressor. Na manhã desta quinta-feira (12), segundo o 77° DP, Thiago foi conduzido ao Fórum Criminal da Barra Funda, onde passaria por audiência de custódia.

Zilkson Da Silva Reis segue internado na Santa Casa de São Paulo. De acordo com a advogada do carnavalesco, Ana Claudia Vieiralves, ele permanece confuso, sem conseguir se lembrar de muitas coisas ou dialogar com os familiares. Ainda segundo Ana Cláudia Vieiralves, a família quer levar Zilkson para Parintins, no Amazonas, a sua cidade natal, para conseguir cuidar do paciente.

A Justiça acatou o pedido de prisão de Thiago Carlos Dionísio, no dia primeiro de abril. Desde então, ele era considerado foragido. 

De acordo com o boletim de ocorrência, registrado no 2º Distrito Policial, do Bom Retiro, o carnavalesco foi encontrado, inconsciente e com vários hematomas pelo corpo, no interior da quadra da torcida, localizada na a rua Cristina Tomás, no Bom Retiro, região central de São Paulo, no dia 27 de março.

A defesa de Thiago Dionísio alega que ele agrediu Zilkson Reis porque o carnavalesco teria estuprado sua namorada, identificada como Maria Jaqueline, por volta das 9h do dia 27 de março. A mulher chegou a registrar um Boletim de Ocorrência na 1º Delegacia de Defesa da Mulher, no centro da cidade. Mesmo com essa justificativa da defesa, Thiago Dionísio optou por fugir, inicialmente.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*