Carregando...

Copa de futebol feminino reúne mais de 700 atletas de campo e futsal em SP - Notícias - R7 São Paulo

Chegou ao fim neste domingo (12) a Copa Feminina Camisa 10, um projeto social promovido  pelo Instituto Por Mais Alguém com apoio do governo estadual e municipal. O torneio reuniu 34 equipes de futebol de campo e de futsal e mais de 700 atletas em uma iniciativa de incentivo à prática esportiva por mulheres. 

Os times jogaram em três categorias: campo sub-17, salão livre e campo livre (para todas as idades). Desde abril, os jogos foram realizados aos sábados para não atrapalhar as atletas na escola ou no trabalho. As seis melhores equipes se classificaram para a fase final, em junho.

O campeonato foi disputado no Centro Educacional Esportivo do Butantã, bairro da zona oeste de São Paulo, em uma parceria com a prefeitura. O projeto é fomentado também pela Secretaria de Esportes do Estado de São Paulo.

Neste domingo, disputaram os títulos os times Palmeirinha x Loucos e Malucos, na categoria de campo livre, Meninas em Campo x Tiger, no campo sub-17, e Fênix x Atlético do Jaçanã, pelo futsal. As finais ocorreram na sede do Corinthians Paulista, no Parque São Jorge (Fazendinha). As campeãs foram as equipes Atlético do Jaçanã, Meninas em Campo e Palmeirinha.

Um dos apoiadores da iniciativa, o deputado federal Marcos Pereira (Republicanos-SP) comemorou a finalização do evento. "Esporte a gente sabe que é algo inclusivo. Inclui para a educação, para a prevenção contra drogas, para a saúde. E essa Copa Feminina Camisa 10 vem realmente ao encontro desse projeto de ajudar essas meninas, todas elas moradoras de comunidades", afirmou à Record TV

O ex-secretário estadual de Esportes Aildo Rodrigues concordou e ressaltou que os efeitos positivos do evento vão além daqueles sentidos nas atletas. Ele participou do início da organização do evento quando ocupava o cargo no Poder Público.

"A participação de cada uma delas mobiliza não só elas, mas todo entorno, toda a família, os vizinhos. A importância disso é muito grande e pouca gente para pra pensar no tamanho que é o impacto de um projeto esportivo como esse", relatou. 

O governo Bolsonaro também prestigiou o evento com a presença do secretário especial do Desenvolvimento Social, Robson Tuma. "A gente cria uma cultura de ligamento entre as comunidades e as mulheres. (...) Pode ter certeza que esse jogo não trouxe só alegria nos corações de todos nós pelo jogo, mas trouxe também por várias amizades que são construídas", pontuou.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*