Carregando...

'Se eu reagisse, iriam me matar', diz motorista de app resgatada de sequestro em SP após áudio para namorado

Motorista de app sequestrada em SP narra momentos de terror na mão dos criminosos

Motorista de app sequestrada em SP narra momentos de terror na mão dos criminosos

A motorista de aplicativo que foi resgatada de um sequestro em São Paulo após compartilhar sua localização e conseguir enviar para o namorado um áudio em que se escutavam as ameaças dos criminosos afirmou em entrevista à TV Globo que os homens disseram a ela que, caso reagisse, seria morta.

"O tempo todo [os criminosos estavam] colocando arma na minha cabeça, né? Batendo com o cano da arma na minha cabeça, falando que, se alguma coisa desse errado ou se eu reagisse, que eles iriam me matar', contou a vítima (veja vídeo acima).

  • OUÇA: 'Cê tá com o revólver, parceiro? Fica quieta!', diz criminoso em áudio

A mulher foi abordada na madrugada desta quinta-feira (4) por três homens ao parar em um semáforo em Alto de Pinheiros, bairro de classe média alta da Zona Oeste de São Paulo, e levada para uma favela no Jaguaré, também na Zona Oeste. Um dos homens mostrou estar armado ao abordá-la.

A vítima voltava para casa no momento do crime e compartilhava sua localização com o namorado, também motorista de aplicativo. Além disso, ela estava gravando um áudio pelo WhatsApp no modo "mãos livres", sem que ela precisasse tocar no celular. O áudio captou a ação dos criminosos e acabou sendo enviado automaticamente pelo WhatsApp.

Troca de tiros com policiais

Com o áudio enviado e a localização compartilhada, a polícia chegou ao ponto da favela onde os assaltantes estavam com a mulher no carro. Ela contou que, assim que os policiais chegaram, houve troca de tiros com a polícia.

Dois assaltantes foram baleados durante o tiroteio e levados para o hospital, mas um deles não resistiu aos ferimentos. O terceiro foi detido em flagrante, dentro do carro, pela polícia. Um segundo veículo que fazia escolta da quadrilha na ação também foi interceptado pela polícia, e uma mulher dentro dele foi presa. Outros criminosos que podem ter participado da ação são procurados


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar