Carregando...

Após STF vetar emagrecedores, Anvisa destaca riscos da sibutramina, da anfepramona e do femproporex

 — Foto: NSC TV/Reprodução

— Foto: NSC TV/Reprodução

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) diz que não há novos dados que apoiem o uso da sibutramina, da anfepramona e do femproporex. Esses três remédios são drogas anfetamínicas que a agência já tinha retirado do mercado em 2011, mas que voltaram a ser liberadas após projeto de lei ser aprovado no Congresso em 2017.

Nesta quinta-feira (14), o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou, por 7 votos a 3, a lei que permitia a produção, comercialização e consumo desses medicamentos.

Em nota, a agência reforçou que, desde a proibição em 2011, nenhum laboratório apresentou estudo clínicos que indicassem alguma relação favorável no uso da anfepramona, femproporex e mazindol.

"A Anvisa mantém a posição de que os riscos do uso dos três medicamentos superam significativamente os seus benefícios. Dessa forma, deverá dar encaminhamento para retomar a vedação sobre o uso e comercialização destas substâncias no país", informou a agência em nota.

(*Esta reportagem está em atualização)


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*